Fórmula 1
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Treino Livre 1 em
00 Horas
:
10 Minutos
:
13 Segundos
26 set
-
29 set
Próximo evento em
5 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
19 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
33 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
40 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
68 dias
Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Análise técnica: novidades da Ferrari para a SF16-H

compartilhar
comentários
Análise técnica: novidades da Ferrari para a SF16-H
18 de mai de 2016 16:10

As esperanças de vitória ferrarista na Catalunha foram por água abaixo com uma classificação ruim, mas o time de Maranello apresentou novidades no carro e o ritmo de corrida foi forte, o que coloca mais pressão sobre a Mercedes

Para o GP da Espanha, a Ferrari introduziu uma série de novidades para tentar reduzir a diferença em relação à Mercedes. As modificações na SF16-H se estenderam por todo o carro para a prova no circuito da Catalunha. Confira:

Duto dos freios dianteiros

Ferrari SF16-H front detail
Detalhe da dianteira da Ferrari SF16-H

Foto: Giorgio Piola

A Brembo, fornecedora de material de freios da Ferrari, classifica a pista de Barcelona no nível 'médio' em relação às exigências para os freios - visão compartilhada pela equipe italiana, que utilizou discos com 850 orifícios de refrigeração ao invés de utilizar o modelo com 1250.

Além disso, ainda houve uma preocupação em melhorar a performance nesta área, com um cubo assimétrico, que tinha como objetivo irradiar o calor gerado pelos freios para as rodas e para os pneus de maneira diferente, buscando maior eficiência.

Ferrari SF16H brake duct, Barcelona
Duto de freio da Ferrari SF16-H para Barcelona

Foto: Giorgio Piola

Na dianteira da SF16-H, um novo duto foi introduzido. Embora pareça lógico que a peça tenha sido introduzida para melhorar a refrigeração dos freios, como se vê na imagem acima, parece que a novidade foca em direcionar mais fluxo de ar para as pequenas aletas instaladas no cubo da roda.

Estas aletas são utilizadas para direcionar e moldar o ar que passa pelos pneus. Ao modificar o fluxo, há uma melhora na performance e redução do esforço na asa dianteira para direcionar o ar que passa pelos pneus.

Sidepods

Ferrari SF16-H detail
Detalhe da Ferrari SF16-H

Foto: Giorgio Piola

Para a etapa na Espanha, as dimensões das entradas de ar laterais foram reduzidas, como se vê pelo tamanho da faixa amarela (em detalhe, a especificação antiga). A equipe já estava satisfeita com a maneira como tinha lidado com a refrigeração nas corridas anteriores e então resolveu buscar ganhos aerodinâmicos.

Ferrari SF16-H detail
Detalhe da Ferrari SF16-H

Foto: XPB Images

A diminuição e modificação da geometria das entradas de ar indica que os sidepods podem ser otimizados, melhorando o direcionamento do fluxo de ar para a traseira do carro, o que tem impacto positivo na performance do assoalho e do difusor traseiro.

Asa traseira e 'monkey seat'

A asa traseira também foi modificada para a etapa da Espanha - a nova peça foi rapidamente testada em Sochi, mas um problema com o mecanismo do DRS impediu que o trabalho seguisse em frente.

Ferrari SF16-H detail
Detalhe da Ferrari SF16-H

Foto: Giorgio Piola

As mudanças na base e nos flaps buscam gerar mais downforce. Além disso, a Ferrari acrescentou um 'monkey seat' logo acima da saída do escapamento, que direciona mais fluxo de ar para a asa traseira.

Próximo artigo
Alonso pode ter cometido erro em abandono na Espanha

Artigo anterior

Alonso pode ter cometido erro em abandono na Espanha

Próximo artigo

Verstappen mantém tempo da manhã e lidera teste na Espanha

Verstappen mantém tempo da manhã e lidera teste na Espanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Localização Circuit de Barcelona-Catalunya
Equipes Ferrari Compre Agora