Após "batalha", Tamas Rohonyi comemora sucesso de GP da Hungria

compartilhar
comentários
Após "batalha", Tamas Rohonyi comemora sucesso de GP da Hungria
Por:

Em conversa exlcusiva com o TotalRace, empresário afirma que o país segue firme no calendário há 26 anos porque é bom financeiramente

Tamas Rohonyi e Bernie Ecclestone

Desde 1986 no calendário da Fórmula 1, o GP da Hungria é um dos que é realizado há mais tempo de forma ininterrupta. Enquanto gigantes como Silverstone, Spa e Nürburgring estiveram ameaçados e até a França deixou de ser passagem obrigatória para a categoria na Europa, a prova se firmou como um tradicional ponto de parada no verão europeu.

Parte dessa história se deve a Tamas Rohonyi. Nascido na Hungria e naturalizado brasileiro, o engenheiro de formação falou ao TotalRace como foi difícil levar a Fórmula 1 a um país ainda estigmatizado pelo regime socialista.

“Foi uma batalha para convencer o governo húngaro da época, em 84/85, a trazer um campeonato mundial de automobilismo a um país que, na realidade, não tinha nenhuma tradição no esporte. Mas eles pensaram muito nos aspectos turísticos e econômicos e tomaram a decisão de construir um autódromo e trazer o evento para cá. Foi um grande sucesso, principalmente para o esporte brasileiro, porque o Nelson [Piquet] ganhou a primeira, depois o Ayrton [Senna] também. Foi uma alegria enorme.”

Para Tamas, o sucesso econômico do GP da Hungria é o principal motivo pelo qual a etapa segue firme, mesmo em dias de obras faraônicas, como dos circuitos de Kuala Lampur e Abu Dhabi.

“Acho que eles fizeram e continuam fazendo as contas e, do ponto de vista de receita e turismo, é um negócio fantástico. Vem gente da Europa toda para assistir ao evento, os hotéis estão cheios. Então, o motivo é econômico.”

(colaborou Luis Fernando Ramos, de Hungaroring)

Bruno Senna comenta sobre corrida de Renault "misterioso"

Artigo anterior

Bruno Senna comenta sobre corrida de Renault "misterioso"

Próximo artigo

Confira as frases que marcaram o GP da Hungria

Confira as frases que marcaram o GP da Hungria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Autor Julianne Cerasoli