Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
28 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
42 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
70 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
77 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
91 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
105 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
112 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
126 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
133 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
147 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
189 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
196 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
210 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
217 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
231 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
245 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
252 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
266 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
280 dias

Arrivabene: "Vettel não é o chefe da Ferrari"

compartilhar
comentários
Arrivabene: "Vettel não é o chefe da Ferrari"
25 de set de 2018 18:49

Chefe da Ferrari sabia da preferência do alemão em manter Kimi Raikkonen como seu companheiro, mas disse que decisão não cabe ao piloto

Maurizio Arrivabene não parece disposto a deixar ninguém questionar suas decisões, como a escolha de não renovar com Kimi Raikkonen e colocar Charles Leclerc no lugar do finlandês em 2019. O chefe da Ferrari tomou a decisão de trocar o piloto pela revelação de 2018 e que pode pressionar Sebastian Vettel.

Arrivabene sabia da preferência do alemão em manter Raikkonen como seu companheiro, algo que ele já havia dito publicamente, mas o italiano tratou de colocar Vettel em seu lugar.

"Sebastian é nosso piloto, e não o chefe da equipe, com todo o respeito. Meu trabalho é observar toda a situação, discutir com meus chefes e lhes dar um plano de longo prazo. Quando falamos sobre isso, a decisão é tomada pela gerência e não pelo piloto", disse em uma entrevista à Sky Sports F1.

Leia também:

Logo justificou em detalhes o que a Ferrari pretende com a chegada de Leclerc. “Os tempos mudam. O mais importante é manter nosso DNA, mas também olhar para o futuro. Se você olhar para a situação no paddock de hoje, Red Bull sobe Gasly com Verstappen e McLaren tem Sainz e Norris, um estreante".

"Olhando para o futuro, a Mercedes tomou a sua decisão há dois anos, colocando Valtteri Bottas ao lado de Lewis Hamilton, e têm a vantagem. A melhor maneira de ganhar algo é tomar uma decisão e fazer crescer um talento que nasceu na Academia de pilotos da Ferrari", concluiu.

Próximo artigo
Ricciardo: É a temporada mais “estranha” da minha carreira

Artigo anterior

Ricciardo: É a temporada mais “estranha” da minha carreira

Próximo artigo

Vettel: Ferrari não tem nada a temer nas próximas corridas

Vettel: Ferrari não tem nada a temer nas próximas corridas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1