Barcelona pede ajuda "urgente" ao governo espanhol para manter GP

Entidade que administra o circuito catalão clamou por "unidade de ação" para que a pista de Montmeló se mantenha na Fórmula 1

Barcelona pede ajuda "urgente" ao governo espanhol para manter GP

Os organizadores do Grande Prêmio da Espanha pediram ao governo que intervenha e encontre uma solução "urgente" para manter a corrida de Barcelona na Fórmula 1. O evento da Catalunha está no calendário da F1 desde 1991, mas está em dúvida para a próxima temporada, não tendo renovado o acordo que expira este ano.

Outras especulações sobre o futuro do GP da Espanha foram motivadas pela confirmação de que o Grande Prêmio da Holanda voltará ao calendário em 2020 com uma data de maio, geralmente a época em que a temporada europeia começa em Barcelona. Os chefes do circuito disseram após a corrida deste mês que estavam "no processo" de renovar seu contrato com os proprietários da F1, a Liberty Media.

Leia também:


Na sexta-feira, o Real Automovil Club de Catalunya (RACC), que organiza o evento, pediu ajuda do governo e das organizações para encontrar uma solução que assegurasse o futuro do Grande Prêmio do circuito espanhol.

"O RACC pede a todas as administrações e ao mundo dos negócios a unidade de ações para conseguir a renovação da Fórmula 1 e, assim, ser capaz de manter um dos mais importantes eventos esportivos no mundo em nosso país", disse um comunicado da entidade.

"Apostar na continuidade do GP da Catalunha é uma decisão estratégica a nível empresarial, econômico e desportivo e que, por esse motivo, é a melhor solução e resolução deve ser encontrada com urgência. O Grande Prêmio tem um impacto econômico nos setores de serviços, automotivo, de turismo, transporte e lazer de quase 163 milhões de euros e gera 2700 empregos diretos. Ao mesmo tempo, o evento é fundamental para o Circuito”.

"Por todas as razões acima, o RACC pede ao governo espanhol, ao resto das administrações e ao mundo dos negócios, colaboração, consenso, força e unidade de ação para chegar a um acordo estável para que o Circuito de Barcelona- Catalunha continue a sediar a F1 nos próximos anos".

compartilhar
comentários
Coluna do Farfus: A Mônaco da F1 X Mônaco do dia-a-dia

Artigo anterior

Coluna do Farfus: A Mônaco da F1 X Mônaco do dia-a-dia

Próximo artigo

Hamilton espera atualização do motor da Mercedes no GP do Canadá

Hamilton espera atualização do motor da Mercedes no GP do Canadá
Carregar comentários