Últimas notícias

Barcelona pede ajuda "urgente" ao governo espanhol para manter GP

Entidade que administra o circuito catalão clamou por "unidade de ação" para que a pista de Montmeló se mantenha na Fórmula 1

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10, and Sebastian Vettel, Ferrari SF90, battle for the lead as they lead the field towards the first corner at the start

Os organizadores do Grande Prêmio da Espanha pediram ao governo que intervenha e encontre uma solução "urgente" para manter a corrida de Barcelona na Fórmula 1. O evento da Catalunha está no calendário da F1 desde 1991, mas está em dúvida para a próxima temporada, não tendo renovado o acordo que expira este ano.

Outras especulações sobre o futuro do GP da Espanha foram motivadas pela confirmação de que o Grande Prêmio da Holanda voltará ao calendário em 2020 com uma data de maio, geralmente a época em que a temporada europeia começa em Barcelona. Os chefes do circuito disseram após a corrida deste mês que estavam "no processo" de renovar seu contrato com os proprietários da F1, a Liberty Media.

Leia também:


Na sexta-feira, o Real Automovil Club de Catalunya (RACC), que organiza o evento, pediu ajuda do governo e das organizações para encontrar uma solução que assegurasse o futuro do Grande Prêmio do circuito espanhol.

"O RACC pede a todas as administrações e ao mundo dos negócios a unidade de ações para conseguir a renovação da Fórmula 1 e, assim, ser capaz de manter um dos mais importantes eventos esportivos no mundo em nosso país", disse um comunicado da entidade.

"Apostar na continuidade do GP da Catalunha é uma decisão estratégica a nível empresarial, econômico e desportivo e que, por esse motivo, é a melhor solução e resolução deve ser encontrada com urgência. O Grande Prêmio tem um impacto econômico nos setores de serviços, automotivo, de turismo, transporte e lazer de quase 163 milhões de euros e gera 2700 empregos diretos. Ao mesmo tempo, o evento é fundamental para o Circuito”.

"Por todas as razões acima, o RACC pede ao governo espanhol, ao resto das administrações e ao mundo dos negócios, colaboração, consenso, força e unidade de ação para chegar a um acordo estável para que o Circuito de Barcelona- Catalunha continue a sediar a F1 nos próximos anos".

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Coluna do Farfus: A Mônaco da F1 X Mônaco do dia-a-dia
Próximo artigo Hamilton espera atualização do motor da Mercedes no GP do Canadá

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil