CEO da F1 e presidente da FIA vão discutir 'caso Horner' no Bahrein

Entidades podem optar por intervir no caso se decidirem que isso está manchando a imagem do esporte

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, Mohammed bin Sulayem, President, FIA, talk in the pit lane

Mark Sutton / Motorsport Images

O presidente da FIA, Mohammed ben Sulayem, e o CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, terão uma reunião neste fim de semana, durante o GP do Bahrein, para discutir os próximos passos em potencial com relação à controvérsia envolvendo o chefe da Red Bull, Christian Horner.

A abertura da temporada acabou eclipsada pelos desenvolvimentos em torno das acusações feitas por uma funcionária da Red Bull contra Horner. Foi realizada uma investigação de oito semanas, com a marca de bebidas energéticas absolvendo Horner.

Leia também:

Porém, 24 horas após o anúncio da Red Bull, o caso voltou a dominar as manchetes, após um e-mail anônimo ser enviado a jornalistas e chefes de equipe e da F1 com as supostas evidências do caso.

Não há nenhuma indicação da Red Bull sobre a veracidade do dossiê enviado, e não é impossível que as imagens tenham sido fabricadas como forma de descreditar Horner. Com a acusação sendo mantida em sigilo pela marca, nem Horner nem a equipe comentaram sobre as evidências.

Mas enquanto Horner vem enfrentando o caso de forma interna, o modo como a polêmica se sobrepôs à ação de pista fez muitos se questionarem se FIA e FOM deveriam intervir.

Stefano Domenicali, CEO, Formula 1, with Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Stefano Domenicali, CEO, Formula 1, with Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Apesar da FOM não ter autoridade regulatória sobre as equipes, seus interesses em garantir que a imagem do esporte não seja manchada por eventos paralelos tornam o caso mais complicado. A FIA também tem interesse em evitar ver o nome da F1 envolvido.

Tanto FOM quanto FIA receberam os e-mails anônimos ontem, e foi apurado que a Federação avalia os próximos passos em discussão com Domenicali. Os dois sempre se encontram nos finais de semana para discutir desenvolvimentos recentes, e fontes sugeriram que Horner está na pauta da reunião desta sexta.

Há várias opções na mesa para a FIA se decidir por uma intervenção. Pode decidir também que a Red Bull resolva o caso, já que envolve apenas membros individuais das equipes, sem impactar os outros competidores.

Ela também pode decidir que o momento pede uma compreensão melhor dos assuntos, então pode exigir - sob confidencialidade - acesso ao relatório final da Red Bull. A equipe, porém, não seria forçada a entregar o documento.

Outra opção é a FIA envolver seu Departamento de Ética e Compliance, para investigar se houve uma violação no regulamento.

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Caso a Red Bull se recuse a cooperar com a FIA, ou decidir por não entregar os documentos, ela também pode ter problemas. O Artigo 12.2.1.g do Código Desportivo Internacional determina que "qualquer falha em cooperar com uma investigação" será considerado uma ofensa.

Tudo sobre os TREINOS LIVRES da FÓRMULA 1 no BAHREIN | SEXTA-LIVRE

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 AO VIVO: Acompanhe o terceiro treino livre para o GP do Bahrein em Tempo Real
Próximo artigo F1: Sainz lidera terceiro treino livre para o GP do Bahrein com Alonso em 2º e Verstappen em 3º

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil