Com escolta policial, FIA assegura GP da China no horário

Federação estipula rotas para fugir de trânsito e equipa hospital alternativo para manter programação da prova em Xangai

Com escolta policial, FIA assegura GP da China no horário
Felipe Massa, Williams FW40
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, leaves the garage
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17, in the pit lane
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Fernando Alonso, McLaren, waves to the crowd
Paddock security keep dry in the conditions

A FIA tomou medidas para garantir que o GP da China deste domingo não seja ameaçado pelo mau tempo, que tem prejudicado as viagens de helicóptero para o hospital responsável por atender a Fórmula 1.

Nesta sexta-feira o helicóptero médico não conseguia voar devido a problemas de visibilidade próximo ao hospital, a 38 km do circuito. Em um momento, também foi impossível para o helicóptero sequer decolar da pista.

Em tais circunstâncias, os regulamentos da FIA permitem a transferência para o hospital por terra, mas com um limite de tempo. O Apêndice H do Código Desportivo Internacional diz que uma ambulância pode ser utilizada para uma transferência para o hospital desde que ele "possa ser alcançado em cerca de 20 minutos (exceto para queimaduras graves), independentemente do clima e das condições do trânsito (exceto no caso de força maior). Se estas condições não puderem ser respeitadas, a sessão cronometrada deve ser interrompida”.

Esse tempo de transferência não poderia ser garantido na sexta-feira, mas é entendido que a FIA já providenciou escolta policial para acelerar a viagem.

Além disso, um segundo hospital está disponível a apenas cinco quilômetros da pista. Ele tem instalações para a maioria das circunstâncias, mas não tem o departamento neurológico que o hospital principal tem. No entanto, estão a ser tomadas providências para transferir o equipamento necessário.

No entanto, a previsão do tempo atual sugere que não haverá problemas com o helicóptero. Ventos velozes deverão reduzir a probabilidade de nuvens de baixa altitude.

compartilhar
comentários
Vettel e Ferrari ponteiam último treino na China; Massa é 5º

Artigo anterior

Vettel e Ferrari ponteiam último treino na China; Massa é 5º

Próximo artigo

Hamilton derrota Vettel e crava 6ª pole seguida; Massa é 6º

Hamilton derrota Vettel e crava 6ª pole seguida; Massa é 6º
Carregar comentários