Fórmula 1
25 set
Corrida em
17 Horas
:
35 Minutos
:
25 Segundos
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
26 dias
04 dez
Próximo evento em
68 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
75 dias

Diretor da Racing Point explica como as equipes da F1 devem se adaptar aos protocolos contra Covid-19 nas garagens

compartilhar
comentários
Diretor da Racing Point explica como as equipes da F1 devem se adaptar aos protocolos contra Covid-19 nas garagens
Por:

O diretor técnico da Racing Point explicou como que os novos protocolos mudarão a dinâmica de trabalho das equipes

Na quarta, a Racing Point foi à pista com o carro de 2020, e, apesar da quilometragem limitada pelo regulamento da Fórmula 1, a equipe também usou a oportunidade para treinar os novos protocolos de segurança sanitária que serão obrigatórios nos campeonatos da FIA pelo mundo.

O diretor técnico da Racing, Andrew Green, acredita que, por exemplo, a troca de uma unidade de potência levará o dobro de tempo que nas circunstâncias normais, e reforçou que a ênfase para todas as equipes durante os finais de semana de prova será eficiência e confiabilidade.

Leia também:

"É muito diferente, e será um grande desafio daqui em diante", disse Green. "É basicamente respeitar a distância entre os engenheiros quando eles estão trabalhando no carro, e o tipo de proteção pessoal que eles terão que usar".

"Isso efetivamente muda o tempo que leva para completar os trabalhos no carro. Certas função demandarão muito mais tempo, e temos que lidar com isso. Teremos pouco tempo na pista para trabalhar no carro quando estivermos no ambiente da corrida, e temos restrições em vigor".

"Então precisamos analisar quanto tempo levará para mudar e modificar partes do carro que normalmente faríamos, reprogramá-los para termos certeza do que estaremos fazendo, que estaremos fazendo o que é necessário durante um final de semana de corrida, e sem furar as restrições. Isso foi uma boa parte do que estávamos tentando aprender ontem".

Green destacou que mudanças não programadas na unidade de potência agora serão mais difíceis - e que isso pode significar que um piloto perderá uma sessão de treinos na parte da tarde, caso tenha um problema pela manhã.

"Esperamos que não cheguemos a isso, com certeza! Eu suspeito que mudar um motor agora levará o dobro do que estamos acostumados. Apenas certos membros da equipe poderão trabalhar no carro simultaneamente, e isso realmente limita a velocidade de uma mudança dessas. Dependendo de quando isso acontecer, será algo muito desafiador".

"O que você não quer é tentar fazer coisas demais em um final de semana, essa é a mensagem que tiramos disso. Precisamos ser realmente cuidadosos e focar no que importa em um final de semana, acertar tudo, com eficiência, e só aí passar a olhar para outras áreas. É uma questão de focar ainda mais sua atenção".

"É mais um caso de garantir que o carro seja montado corretamente e de modo robusto, para que não precisemos fazer mudanças que normalmente faríamos".

"Então a confiabilidade será um fato chave para manter as coisas funcionando do melhor modo possível. A partir do momento que você tiver um problema de confiabilidade, isso vai atrapalhar a equipe, que precisará trabalhar para reparar ou mudar partes a tempo".

Green também disse que os pilotos terão que ficar ainda mais atentos para evitar acidentes.

"Nós temos dois pilotos que precisam ficar cientes que, caso eles façam algo de errado durante uma sessão de treinos e causem grandes danos, pode levar muito tempo para consertar. Eles precisam ficar cientes disso".

Green também disse que, apesar da Racing Point ser uma das equipes com condições de andar com um carro antes da Áustria, isso não deve trazer vantagens.

"Não acho. Foi um teste muito limitado para conseguir algo do tipo. Você pode tentar fazer bastante coisas na fábrica, se quiser. Aqui foi só andar na pista mesmo".

"Definitivamente foi uma manhã de muito aprendizado, estamos em uma crescente e vamos tentar fazer modificações ao longo dos próximos eventos para garantir essa continuidade. Isso nos dará uma visão sobre o quão desafiadores serão os finais de semana".

"Acho que as equipes terão abordagens diferentes. Nem todos trabalham com motores da Mercedes, e não sei qual é o protocolo da Renault ou da Ferrari, então acredito que haverão diferenças".

"Estamos tentando nos adaptar com a equipe que trabalhamos. Talvez algumas equipes conseguirão ser mais eficientes, por causa da maneira que eles se adaptaram".

Lance Stroll, Racing Point RP19, is returned to the garage

Lance Stroll, Racing Point RP19, is returned to the garage

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

VÍDEO: Mercedes rosa? Racing Point explica como fez seu polêmico carro de 2020

PODCAST: O que a F1 deveria aprender com as demais categorias para melhorar?

 

Leclerc pistola? Veja por que o game F1 2020 incomodou o piloto da Ferrari

Artigo anterior

Leclerc pistola? Veja por que o game F1 2020 incomodou o piloto da Ferrari

Próximo artigo

F1: Haas não vai atualizar carro até ter visão geral do orçamento de 2020

F1: Haas não vai atualizar carro até ter visão geral do orçamento de 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Racing Point
Autor Adam Cooper