Ecclestone: F1 teve sorte com “corrida incrível” em Hungaroring

O chefe da Fórmula 1 disse que a categoria foi agraciada com ótima prova na Hungria e colocou mais ingredientes na discussão sobre mudanças no regulamento

Ecclestone: F1 teve sorte com “corrida incrível” em Hungaroring
Felipe Massa, Williams F1 Team
A família de Jules Bianchi no paddock: Tom, Philippe e Christine Bianchi - irmão, pai e mãe, nesta ordem
Pilotos durante minuto de silêncio em memória de Jules Bianchi
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06; Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06; Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T; e Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T na largada
Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T, lidera o pelotão no início da prova
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Carregar reprodutor de áudio

Bernie Ecclestone foi surpreendido com a ótima corrida na Hungria, no último final de semana, e disse que a Fórmula 1 foi presenteada pela sorte. Além disso, o dirigente colocou lenha na fogueira quanto às discussões sobre mudanças nas regras do campeonato – que têm como objetivo melhorar a qualidade do espetáculo.

"Inacreditável, uma corrida incrível. Você acha que se nós mudássemos as regras (a prova) seria melhor? O que você acha que aconteceu hoje que fez com que a corrida fosse boa?”, disse Ecclestone ao Motorsport.com

Quando sugeriu que as circunstâncias da etapa húngara, especialmente a largada – que, coincidentemente terá novos procedimentos a partir do GP da Bélgica, tornando-a ainda mais imprevisível – o chefão da categoria sorriu.

"Muito bem! É o que estou dizendo... As circunstâncias. Quando este tipo de coisa acontece, há imprevisibilidade. Foi uma corrida muito boa, o público foi bom, a família Bianchi estava aqui. Tudo funcionou muito bem, tivemos sorte", observou.

Bom humor e convite à família Bianchi

Ecclestone ressaltou que a F1 tem corridas boas e outras ruins e contou, bem humorado, que fez uma brincadeira com a Mercedes antes da largada da corrida em Hungaroring.

“Não temos uma quantidade suficiente de corridas boas! Um detalhe interessante – e engraçado – é que, antes da prova, eu falei com o pessoal da Mercedes, e disse a eles se eles não poderiam deixar de vencer esta corrida para tornar as mais emocionantes. Parece que eles fizeram um bom trabalho”, comentou.

O final de semana na Hungria também foi marcado pelas homenagens a Jues Bianchi. A família do piloto foi convidada para ir a Budapeste pelo próprio Ecclestone, que forneceu um avião para que eles pudessem sair de Nice e estar no paddock no final de semana da prova.

Falando sobre como o convite foi feito, Ecclestone disse: "Para mim, eles deveriam estar aqui. Quando você sofre uma queda de cavalo, você se recupera e volta a andar, você simplesmente não abandona aquilo. Eu disse ao pai dele (Philippe Bianchi), você gosta de F1 (então você deveria estar aqui)”, encerrou.

compartilhar
comentários
McLaren correu sem limitação de potência na Hungria, diz chefe
Artigo anterior

McLaren correu sem limitação de potência na Hungria, diz chefe

Próximo artigo

Horner: Ricciardo poderia ter vencido em Hungaroring

Horner: Ricciardo poderia ter vencido em Hungaroring