Últimas notícias

Com Werhlein, equipe espanhola quer entrar na Fórmula 1 em 2021

Nova escuderia da categoria máxima do automobilismo seria vinculada à Campos Racing, da Fórmula 2 e da Fórmula 3

Spanish flag

Uma nova equipe ligada à Campos Racing tem como alvo entrar na Fórmula 1 em 2021. Um dos pilotos apontados em caso de sucesso da empreitada é o alemão Pascal Wehrlein, ex-protegido da Mercedes que correu por Manor e Sauber e atualmente está na Fórmula E.

O Motorsport.com apurou que o proprietário Adrian Campos e seu sócio Salvatore Gandolfo querem usar as novas regras da F1 em 2021, incluindo o limite de orçamento, para ingressar na categoria.

Leia também:

Eles pretendem usar o apoio financeiro da Monaco Increase Management, uma empresa fundada por Gandolfo que tem Daniele Audetto, ex-membro de Ferrari, Arrows e Super Aguri, como consultor.

Campos já esteve envolvido em projetos da F1. Mais recentemente, ele foi a força motriz por trás da inscrição que deu origem à Hispania (HRT), mas vendeu a iniciativa antes da estreia da equipe na F1 em 2010.

O grupo composto por Campos, Gandolfo e Audetto afirma ter realizado reuniões com os chefes de F1 Chase Carey e Ross Brawn. Gandolfo diz que possui "a solidez financeira exigida pela FIA para tornar este projeto um sucesso".

Brawn disse em agosto que havia uma quantidade "surpreendente" de novas equipes com interesse em entrar na F1. Uma delas já estaria preparando uma entrada com o nome de Panthera Team Asia, mas foi instruída a esperar até pelo menos 2022.

Quer assistir F2, F3 e Indy de graça? Se inscreva no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

A perspectiva de uma nova equipe também foi minimizada durante o recente fim de semana do GP de Singapura, quando o presidente da FIA, Jean Todt, disse que queria algo "concreto" e ainda não havia recebido "forte contato de uma equipe relevante e sólida”.

Todt acrescentou que as equipes interessadas não estavam no mesmo "nível" que a Haas tinha antes de ingressar na F1 em 2016. No entanto, embora Gandolfo tenha dito que o "projeto de longo prazo" abrange "os grandes desafios que temos pela frente", a ideia é mesmo entrar em 2021.

"Com o novo limite de orçamento, a nova distribuição de renda e os novos regulamentos, há uma grande oportunidade para equipes menores competirem e, finalmente, tornar o Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA mais interessante e equilibrado novamente", disse Gandolfo.

Staff

Complementarmente, o Motorsport.com apurou que o experiente guru aerodinâmico da F1 Ben Wood e o ex-designer-chefe da Super Aguri, Peter McCool, já foram recrutados para o projeto da Campos.

McCool foi contratado como diretor técnico e Wood deve ser o chefe de aerodinâmica, um papel que ele desempenhou enquanto trabalhava ao lado de McCool no Super Aguri e depois exerceu na Brawn e na Mercedes até o fim de 2010.

Um estudo realizado por "uma equipe de engenheiros profissionais com formação na F1" está em andamento desde o final de julho para estabelecer a viabilidade da inscrição e será concluído quando os novos regulamentos da F1 forem concluídos no final de outubro.

O projeto afirma que está em "um estágio avançado de negociações" para obter "a melhor parceria possível" para 2021. A Campos tem raízes na Espanha, mas faz desenvolvimento no Reino Unido, de modo que as instalações podem ser em moldes parecidos com as da Haas, dividida em diferentes países.

Jack Aitken, Campos Racing

Jack Aitken, Campos Racing

Photo by: Joe Portlock / LAT Images

No caso de garantir uma entrada, a Campos nomeou especificamente Wehrlein e o espanhol Alex Palou como possíveis pilotos. Ex-piloto da Manor e da Sauber, Wehrlein é conhecido por Campos pois corre na Fórmula E pela equipe Mahindra, que Campos apoia. Palou, que teve uma variada carreira júnior de monopostos, é atualmente o terceiro colocado na Super Fórmula em sua temporada de estreia na principal categoria do Japão.

A Campos Racing foi fundada em 1997 e atualmente compete na Fórmula 2 e na Fórmula 3. As equipes de F2 e F3 continuariam normalmente se a ideia de entrar na F1 prosseguisse, operando como times de formação.

A Renault pode representar a opção mais provável para o fornecimento de motores, já que a montadora só impulsionará sua equipe de fábrica em 2021, tornando-a uma escolha lógica para qualquer nova escuderia. Relembre todos os carros do time francês na F1:

1977: Renault RS01
Piloto: Jean-Pierre Jabouille
1978: Renault RS01
Piloto: Jean-Pierre Jaboullie
1979: Renault RS10
Pilotos: Rene Arnoux, Jean-Pierre Jabouille
1980: Renault RE20
Pilotos: Rene Arnoux, Jean-Pierre Jaboullie
1981: Renault RE30
Pilotos: Rene Arnoux, Alain Prost
1982: Renault RE30
Pilotos: Rene Arnoux, Alain Prost
1983: Renault RE40
Pilotos: Eddie Cheever, Alain Prost
1984: Renault RE50
Pilotos: Philippe Streiff, Patrick Tambay, Derek Warwick
1985: Renault RE60
Pilotos: Francois Hesnault, Patrick Tambay, Derek Warwick
2002: Renault R202
Pilotos: Jenson Button, Jarno Trulli
2003: Renault R23
Pilotos: Fernando Alonso, Jarno Trulli
2004: Renault R24
Pilotos: Fernando Alonso, Jarno Trulli, Jacques Villeneuve
2005: Renault R25
Pilotos: Fernando Alonso, Giancarlo Fisichella
2006: Renault R26
Pilotos: Fernando Alonso, Giancarlo Fisichella
2007: Renault R27
Pilotos: Giancarlo Fisichella, Heikki Kovalainen
2008: Renault R28
Pilotos: Fernando Alonso, Nelson Piquet Jr.
2009: Renault R29
Pilotos: Fernando Alonso, Nelson Piquet Jr., Romain Grosjean
2016: Renault R.S.16
Pilotos: Kevin Magnussen, Jolyon Palmer
2017: Renault R.S.17
Pilotos: Nico Hülkenberg, Jolyon Palmer, Carlos Sainz Jr.
2018: Renault R.S.18
Pilotos: Nico Hülkenberg, Carlos Sainz Jr.
2019: Renault R.S.19
Pilotos: Nico Hülkenberg, Daniel Ricciardo
21

Atualização

Nesta quinta-feira a F1 divulgou um comunicado oficial de que não negocia ou conversa com qualquer pessoa ou empresa com a finalidade de uma nova equipe entrar na categoria para 2021.

“Após a publicação nos últimos dias de várias entidades que indicaram suas ambição de participar do campeonato mundial de Fórmula 1 a partir de 2021, enquanto a Fórmula 1 aprecia o interesse, podemos confirmar que não há discussões sérias com pessoas ou empresas sobre a admissão de um novo time.”

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Chefe da Haas não se opõe à ideia de corridas com grid invertido
Próximo artigo Verstappen: calendário de 22 corridas da F1 causará divórcios

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil