F1: Carro de 2024 da Ferrari "se comporta de forma diferente" no simulador, diz Sainz

Espanhol defende ainda que equipe italiana não pode ter dó de sacrificar pontos positivos do carro de 2023 para se aproximar da Red Bull

Carlos Sainz, Ferrari

Carlos Sainz, Ferrari

Ferrari

O carro da Ferrari para a temporada 2024 da Fórmula 1 está "se comportando diferente" no simulador segundo Carlos Sainz, em meio à busca da equipe para eliminar dois fatores que causaram as variações de performance ao longo de 2023.

A Scuderia perdeu o vice-campeonato de Construtores por apenas três pontos para a Mercedes, fazendo menos da metade da pontuação da Red Bull. Enquanto o carro se mostrou forte nas classificações, com Sainz e Charles Leclerc fazendo um total de sete poles, a equipe ficou devendo no ritmo de corrida.

Leia também:

O SF-23 também sofreu com uma traseira instável, a qual a equipe tentou resolver ao longo do ano mexendo nas configurações do carro, o que prejudicou particularmente Leclerc.

Com a Ferrari desenvolvendo um novo conceito para 2024, Sainz reconhece que o modelo já parece diferente de guiar no simulador. Questionado sobre o progresso, ele disse:

"Acho que temos que esperar até a pré-temporada. É muito difícil de saber. Uma coisa é certa: o carro está se comportando diferente no simulador. Mas acho que antes de colocarmos 100kg de combustível nele [carga de uma corrida] e pneus usados, será impossível saber como o carro realmente está tratando os compostos e como isso afeta nosso ritmo de corrida".

Carlos Sainz, Ferrari SF-23

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Carlos Sainz, Ferrari SF-23

"Isso saberemos apenas no Bahrein, quando ele for à pista. Nesse meio tempo, temos que focar em adicionar performance ao carro no túnel de vento, tentando torná-lo melhor".

Sainz disse que a Ferrari precisa estar disposta a sacrificar as forças do SF-23 - ele destacou a velocidade de reta, frenagem, performance nas curvas de baixa e habilidade em andar pelas zebras - caso isso os coloquem mais próximos da Red Bull.

Como parte disso, o vencedor do GP de Singapura reconheceu que a Ferrari está focando em desbloquear consistência para resolver as flutuações vistas em 2023.

"Entendemos isso e agora vamos colocar na pista para maximizar todos os finais de semana. Acho que estamos fazendo um trabalho muito melhor. É quase inacreditável que essas performances flutuantes aconteçam. Mas é a F1 de hoje. Agora temos que garantir que vamos entender porque o carro é forte em uns circuitos e curvas e fraco em outros".

 


ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari deve vir para 2024 com novidades ousadas; entenda
Próximo artigo F1: Williams considerou outras opções antes de renovar com Sargeant

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil