F1 confirma GP da Turquia e calendário com 17 provas para 2020

compartilhar
comentários
F1 confirma GP da Turquia e calendário com 17 provas para 2020
Por:

Anúncio de mais quatro provas completa a programação da categoria para este ano

A Fórmula 1 confirmou, na manhã desta terça-feira, o restante do calendário para sua temporada 2020, com destaque para o retorno do GP da Turquia à categoria, conforme já fora adiantado pelo Motorsport.com.

Leia também:

Além da volta da etapa disputada em Istambul, a F1 2020 (veja a programação completa mais abaixo) ainda terá duas provas no Bahrein e a grande final segue disputada no circuito de Abu Dhabi, conforme vem sendo nas últimas temporadas.

A F1 não informou se a segunda corrida no Bahrein usará os traçados alternativos do autódromo de Sakhir. A possibilidade do uso do traçado externo, praticamente um oval, foi cogitada. A pista possui ainda outro desenho mais longo, usado no GP de 2010.

A confirmação por parte da categoria máxima do automobilismo mundial vem após semanas de conversas no sentido de completar o calendário deste ano tendo em vista a pandemia do novo coronavírus.

Com o anúncio das quatro provas nesta terça, a F1 enfim confirma o restante de sua programação para 2020, que terá um total de 17 corridas disputadas. Entre os cancelamentos, destaque para os GPs de Brasil, em São Paulo, e Mônaco.

O retorno do GP da Turquia 

A Turquia sediou sete GPs entre 2005 e 2011 e volta ao calendário da F1 após oito anos. O maior vencedor em Istambul é o brasileiro Felipe Massa, com três triunfos (2006, 2007 e 2008). Dos pilotos atualmente em atividade, Lewis Hamilton (2010), Sebastian Vettel (2011) e Kimi Raikkonen (2005) têm uma vitória cada. Já aposentado, o campeão de 2009, Jenson Button, também venceu a prova, justamente no ano em que conquistou o título.

O retorno ao circuito Istambul Park é a quinta adição de uma pista inicialmente não planejada no calendário de 2020. Nesta lista, o autódromo se junta a Mugello (ITA), Nürburgring (ALE), Portimão (POR) e Ímola (ITA).

CEO da F1, Chase Carey falou sobre as novidades: "Temos orgulho de anunciar que Turquia, Bahrein e Abu Dhabi farão parte da temporada 2020. Este ano apresentou à F1 e ao mundo um desafio sem precedentes e queremos homenagear todos que tornaram isso possível."

"Embora estejamos desapontados por não termos sido capazes de retornar a algumas de nossas corridas planejadas para este ano, estamos confiantes de que nossa temporada começou bem e continuará a entregar muita emoção com corridas tradicionais, assim como em novas pistas, que irão entreter todos nossos fãs", completou o dirigente norte-americano, que comanda a categoria desde 2017, após a 'era' Bernie Ecclestone.

A F1 ainda aproveitou o comunicado relativo ao calendário para cancelar de forma oficial o GP da China deste ano. O evento estava originalmente marcado para 19 de abril e foi um dos primeiros a sofrer adiamento em função da Covid-19.

O único GP que ainda não foi cancelado oficialmente pelo governo local é o do Vietnã. A F1 até tentou realizar o evento em Hanói no fim do ano, mas problemas de logística, além da chance de a corrida ficar muito próxima da temporada 2021, impediram os planos da categoria.

CONFIRA ABAIXO O CALENDÁRIO COMPLETO DA F1 2020

Data Local
05 de julho GP da Áustria (Red Bull Ring)
12 de julho GP da Estíria(Red Bull Ring)
19 de julho GP da Hungria (Hungaroring)
02 de agosto GP da Grã-Bretanha (Silverstone)
09 de agosto GP dos 70 Anos (Silverstone)
16 de agosto GP da Espanha (Barcelona)
30 de agosto GP da Bélgica (Spa Francorchamps)
06 de setembro GP da Itália (Monza)
13 de setembro GP da Toscana Ferrari 1000 (Mugello)
27 de setembro GP da Rússia (Sochi)
11 de outubro GP de Eifel (Nurburgring)
25 de outubro GP de Portugal (Portimão)
01 de novembro GP da Emilia-Romagna (Ímola)
15 de novembro GP da Turquia (Istanbul)
29 de novembro GP do Bahrein (Sakhir)
06 de dezembro GP do Sakhir (Sakhir)
13 de dezembro GP de Abu Dhabi (Yas Marina)
Williams pós venda, fiascos e destaques da Indy e brigas de MotoGP e Stock

Artigo anterior

Williams pós venda, fiascos e destaques da Indy e brigas de MotoGP e Stock

Próximo artigo

Briatore é internado com Covid; dirigente esteve com Silvio Berlusconi

Briatore é internado com Covid; dirigente esteve com Silvio Berlusconi
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper