Fórmula 1 GP da Hungria

F1: DRS no carro de Hamilton não funcionou; britânico está confiante com ritmo

Hamilton disse que o ritmo veio "do nada" e, se não fosse por falha no DRS, a primeira fila poderia ser da Mercedes

Lewis Hamilton, Mercedes W13, 2nd position, crosses the line

O heptacampeão Lewis Hamilton se classificou em sétimo para o Grande Prêmio da Hungria, enquanto Russell ficou com a pole. A equipe chegou a acreditar em uma dobradinha na classificação, mas o DRS de Hamilton não funcionou. 

Mesmo com esse problema, a Mercedes mostrou que tem ritmo nessa pista. A equipe fez mudanças no carro durante a noite, além de realizar simulações na fábrica. "Nós não sabemos de onde nosso ritmo veio. Foi do nada, então isso é um ponto positivo", disse Hamilton.

Leia também:

Apesar de não ter ficado na primeira fila, Hamilton parabenizou o companheiro de equipe e encarou esse resultado como um indicador da evolução da equipe. "É frustrante finalmente, após todos os problemas que tivemos, não estar lutando na primeira fila, mas vão ter outras oportunidasdes", disse.

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Leclerc disse que a Ferrari sofreu com aquecimento dos pneus
Próximo artigo F1: Sainz acredita em vitória no GP da Hungria; gerenciamento de pneus será importante

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil