Fórmula 1 GP da Hungria

F1: Leclerc disse que a Ferrari sofreu com aquecimento dos pneus

Monegasco da Ferrari disse que teve dificuldade com os pneus e reconhece que não foi um bom dia para a Ferrari. Ele legar em terceiro e Sainz em segundo.

Charles Leclerc, Ferrari F1-75
Apesar de o terceiro treino livre ter sido disputado com pista molhada, durante a classificação da Fórmula 1 para o GP da Hungria a pista já estava seca, mas a temperatura ambiente não passou dos 30ºC. Com isso os pilotos tiveram dificuldade para aquecer os pneus. Charles Leclerc disse teve muita inconsistência para colocar os pneus na janela certa de funcionamento
 
Leia também:
Ele também disse que teve problemas em fazer uma volta perfeita. Mesmo assim, Leclerc acredita que a Ferrari pode vencer amanhã. "Eu estou bem certo que nós temos o ritmo no carro para estar um pouco mais a frente amanhã. Então vamos focar nisso. E esperar que tenhamos um domingo melhor", disse o monegasco que encarou o sábado como um dia não muito bom para a Ferrari.
 
O rival pela luta do título, Max Verstappen, irá largar em décimo, após sofrer com perda de potência no Q3. Leclerc destaca que a Ferrari deve focar em si mesma e entender o que aconteceu no sábado. "Nós só temos que entender o que deu errado com os pneus hoje", finalizou.
 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Russell diz que pole traz "sensação incrível" após "pior sexta do ano"
Próximo artigo F1: DRS no carro de Hamilton não funcionou; britânico está confiante com ritmo

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil