Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
64 dias
06 mai
Próximo evento em
106 dias
20 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
134 dias
10 jun
Próximo evento em
141 dias
24 jun
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
176 dias
29 jul
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
218 dias
02 set
Próximo evento em
225 dias
09 set
Próximo evento em
232 dias
23 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
253 dias
07 out
Próximo evento em
260 dias
21 out
Próximo evento em
274 dias
28 out
Próximo evento em
281 dias
05 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
302 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
317 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
326 dias

F1: Ecclestone pressionou Lawrence Stroll a contratar Vettel para Aston Martin

compartilhar
comentários
F1: Ecclestone pressionou Lawrence Stroll a contratar Vettel para Aston Martin
Por:

Bernie Ecclestone também revelou ter relação próxima com Vettel e disse que “a Ferrari não parece estar se adaptando bem a ele no momento”

O ex-chefão da Fórmula 1 Bernie Ecclestone, que completou 90 anos de idade nesta quarta-feira (28), revelou em entrevista que colocou “muita pressão” sobre Lawrence Stroll, dono da Racing Point, para que contratasse o tetracampeão mundial Sebastian Vettel para a temporada do ano que vem.

O piloto alemão ficou sem um assento na F1 quando a Ferrari anunciou que não renovaria seu contrato ao final desta temporada, além de anunciar o acordo com o espanhol Carlos Sainz, que deixará a McLaren rumo à equipe italiana em 2021. Em entrevista ao site alemão Sport1.de, Ecclestone disse que “ajudou” Vettel a fechar o contrato.

Leia também:

"Eu ajudei Sebastian [Vettel] a fechar o negócio com a Aston Martin. Eu coloquei muita pressão sobre o dono da equipe, Lawrence Stroll, para contratá-lo", disse Ecclestone, que deixou o cargo de chefe da F1 em janeiro de 2017, quando a categoria foi vendida para o grupo Liberty Media.

"Eu disse a ele o quão bom Sebastian ainda é e que, no final, seria uma vitória para todos se o acordo fosse finalizado. Acho que meus argumentos ajudaram a convencê-lo", completou.

Além de ser ter sido CEO da F1, Ecclestone também foi bem sucedido na principal categoria do automobilismo mundial como dirigente, estando a frente da Brabham durante o bicampeonato de Nelson Piquet, em 1981 e 1983.

Ecclestone, inclusive, defendeu que Vettel ainda tem talento suficiente para se destacar na F1 e afirmou que pilotos dependem de bons carros para vencer. “Na Fórmula 1, um piloto depende de seu carro, e a Ferrari não parece estar se adaptando bem a ele no momento”, disse Ecclestone.

“Felizmente, Vettel tem um novo desafio na Aston Martin no ano que vem, e então ele será capaz de responder aos céticos que eles não acreditam mais em suas habilidades".

Além disso, o ex-dirigente também revelou ter relação próxima com o piloto alemão, que também comprou ações da Aston Martin. "Conversamos muito ao telefone. Eu o ouço e depois dou minha visão das coisas”, completou Ecclestone.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

TELEMETRIA: ‘Fico’ de Gasly, aniversário de Ecclestone e tudo sobre a F1 em Ímola com Rico Penteado

PODCAST: É bom negócio ser companheiro de Max Verstappen na Red Bull?

 

Wolff: Stroll enfrenta "estigma" injusto por conta da riqueza do pai

Artigo anterior

Wolff: Stroll enfrenta "estigma" injusto por conta da riqueza do pai

Próximo artigo

F1: Mercedes não quer apenas um ano de contrato com Hamilton

F1: Mercedes não quer apenas um ano de contrato com Hamilton
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com