Fórmula 1 GP da França

F1: FIA anuncia aumento do 'toque de recolher' para equipes

Mudança será gradual ao longo dos próximos dois anos e prevê ainda medidas visando o bem-estar de mecânicos e engenheiros

Mercedes garage atmosphere

Como forma de reduzir a carga de trabalho para seus membros, as equipes da Fórmula 1 chegaram a um acordo com a FIA para a introdução de um toque de recolher maior, visando a temporada de 24 corridas a partir de 2023. E agora a FIA confirmou os planos de intensificar o horário limite de trabalho nas garagens para os próximos dois anos.

No regulamento atual, a equipe operacional tem que cumprir toques de recolher às quartas, quintas e sextas às noite, conhecidos oficialmente como Períodos de Restrição (PR) 1, 2 e 3, sendo obrigadas a largarem o trabalho no carro e deixar o paddock.

Leia também:

No momento, o PR3 da sexta começa 13 horas antes do início do TL3. Mas o Regulamento Desportivo de 2023 da FIA confirma que, a partir do próximo ano, ele terá início 14 horas antes e, em 2024, passará a 15 horas.

Até lá, as equipes precisarão entender como resolver as mesmas tarefas de sexta-feira pós-TL2 com duas horas a menos em mãos.

Além disso, a FIA restringirá o número de vezes no ano em que uma equipe poderá exceder esses PR sem tomar punição. Essas exceções foram originalmente pensadas como uma forma de emergência. Mas agora as equipes as têm utilizado para chegadas tardias de pacotes de atualização.

De fato, o que a FIA está fazendo é salvar as equipes delas mesmas ao reduzir as exceções. No momento, o regulamento prevê 8 casos às quartas, que cairão para 4 em 2023 e 2 em 2024. As de quinta-feira cairão das 6 atuais para 3 em 2023 e 2 em 2024.

The entrance to the paddock

The entrance to the paddock

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Já as duas exceções de sexta-feira à noite não serão modificadas nesse período.

Além disso a FIA determinou uma mudança no regulamento de 2022 que será aplicado a partir do GP da França: os membros das equipes não serão mais obrigados a deixar o paddock logo no início do toque de recolher de quarta e quinta. Eles poderão ficar por mais uma hora no autódromo, mas "apenas para se exercitarem no circuito, realizarem refeições e socializar".

Essa manobra tem como objetivo promover o bem-estar dos membros das equipes, ao liberar atividades que não comprometam seus compromissos com a garagem. A nova regra determina que "nesse período, os membros das equipes devem encerrar atividades operacionais".

"Isso inclui e não é limitado a trabalhos nos componentes dos carros necessários para a operação e engenheiros trabalhando em computadores. A falha no cumprimento será tratado como uma quebra do toque de recolher".

A mudança no toque de recolher introduzido no começo da pandemia para reduzir o tráfego no paddock, permitindo a entrada do pessoal meia hora antes para o café da manhã sem poder trabalhar na garagem foi mantida, mas agora com a remoção das recomendações de distanciamento social.

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior ANÁLISE: Ferrari dá indícios de mudança na asa dianteira?
Próximo artigo F1: Mesmo com "trabalho perfeito", futuro de Zhou na Alfa Romeo ainda está em aberto

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil