F1 - Hamilton nega fúria com Mercedes por parada, mas alerta: "Não esperem que seja calmo enquanto corro"

Heptacampeão disse que tudo foi resolvido com a Mercedes e que o foco já está no GP dos Estados Unidos

F1 - Hamilton nega fúria com Mercedes por parada, mas alerta: "Não esperem que seja calmo enquanto corro"

A discussão entre Lewis Hamilton e a Mercedes sobre parar ou não durante o GP da Turquia de Fórmula 1 para trocar os pneus segue dando o que falar. Após diversas alegações na imprensa de que estaria furioso com a equipe, o britânico foi às redes sociais negar isso, afirmando que tudo já está bem, com o foco voltado para a próxima etapa.

Com a alta umidade no ar e um sistema de drenagem que deixou a desejar, a chuva que caiu antes da largada acabou sendo um fator determinante em Istambul, com a pista ficando molhada durante todo o GP.

Leia também:

Na metade da prova, os pilotos começaram a questionar pelo rádio qual seria a melhor opção: se manter na pista com o mesmo jogo de intermediários, parar e colocar novos ou até mesmo trocar para slicks. Após Sebastian Vettel comprovar que a pista ainda não estava para pneus de pista seca, a maioria do grid foi aos boxes para colocar novos de faixa verde.

Hamilton e Charles Leclerc foram vistos pedindo à equipe pelo rádio para se manter até o final com o mesmo jogo. Nas voltas finais, o heptacampeão finalmente foi convencido pela Mercedes para entrar nos boxes, mas isso acabou lhe custando a possibilidade de lutar pelo pódio, terminando em quinto e permitindo que Max Verstappen pudesse abrir seis pontos no Mundial.

No final, a transmissão mostrou Hamilton bravo com a Mercedes, questionando a decisão de fazer a troca.

 

Após o fim da corrida, apesar de admitir que a segurança era o mais importante naquele momento, Hamilton afirmou que o ideal teria sido parar muito antes, junto com os demais pilotos. Mas sua reação no rádio levou a diversas reportagens de veículos pelo mundo alegando sua fúria com a Mercedes, algo que ele tratou de rebater em uma publicação no Instagram.

"Vi algumas coisas na imprensa nesta manhã que estão fazendo muito do incidente na corrida de ontem sobre quando parar. Não é verdade que eu fiquei furioso com a minha equipe".

"Como equipe, trabalhamos duro para construir a melhor estratégia possível, mas com a corrida progredindo, é preciso tomar decisões rápidas, já que existem vários fatores mudando constantemente".

Hamilton aceita que sua opção de se manter até o final com o mesmo jogo de pneus era errada e que a parada foi o mais seguro.

"Ontem, aceitamos o risco de seguir na pista com a esperança de que ela secaria, o que não aconteceu. Eu queria arriscar e tentar ir até o fim, mas foi minha decisão de ficar na pista, e não funcionou. No final, paramos e foi o mais seguro a ser feito".

"Vivemos e aprendemos. Vencemos e perdemos como equipe. Não esperem que eu seja polido e calmo no rádio quando estou correndo. Todos somos muito impetuosos e, no calor do momento, esse ímpeto pode acabar saindo, como acontece com todos os pilotos".

O heptacampeão finaliza afirmando que tudo já foi resolvido com a Mercedes e que o foco passa a ser o GP dos Estados Unidos, daqui a duas semanas. Por ser uma pista tradicionalmente forte para a equipe alemã, espera virar novamente o jogo contra Verstappen.

"Meu coração e espírito estão ali na pista, é o fogo em mim que me trouxe até aqui, mas qualquer momento de angústia é rapidamente esquecido e conversamos sobre isso, já pensando adiante para a próxima etapa. Hoje é outro dia e crescemos como equipe. Ainda me levanto", finalizou Hamilton, fazendo uma referência à escritora Maya Angelou.

F1 2021: Bottas VENCE, Verstappen é 2º e Hamilton SÓ 5º após PISTOLAR COM MERCEDES; análise do GP | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Leclerc e Ferrari defendem estratégias adotadas na Turquia

Artigo anterior

F1: Leclerc e Ferrari defendem estratégias adotadas na Turquia

Próximo artigo

F1: Red Bull está surpresa com avanço "significativo" da Mercedes com motores

F1: Red Bull está surpresa com avanço "significativo" da Mercedes com motores
Carregar comentários