F1: Leclerc e Ferrari defendem estratégias adotadas na Turquia

Inicialmente, monegasco tentou ir até o fim com o mesmo jogo de pneus intermediários, mas a pista secou e ele e a equipe decidiram parar nos boxes

F1: Leclerc e Ferrari defendem estratégias adotadas na Turquia

Charles Leclerc e Ferrari não se arrependem da decisão de tentar manter a liderança sem fazer a parada nos boxes no GP da Turquia de Fórmula 1. Com as condições da pista em Istambul não melhorando o suficiente para serem adequadas para pneus secos, os líderes Valtteri Bottas e Max Verstappen decidiram ir aos boxes na volta 36 para novos intermediários. Já o monegasco optou por seguir na pista e inicialmente parecia que tinha feito a coisa certa, já que seus rivais não conseguiram atacá-lo.

No entanto, à medida que o asfalto ficava menos úmido, ele começou a sofrer cada vez mais  - e no final foi forçado a fazer o pit stop na volta 47, perdendo a liderança. O ploto ainda lutou com granulação nos novos compostos e, em seguida, ficou de fora do pódio final ao ser ultrapassado por Sergio Pérez.

Leia também:

Embora um terceiro lugar estivesse em disputa, Leclerc disse que estava completamente confortável com as táticas da Ferrari - e sentiu que não era muito arriscado ficar de fora, já que não precisava fazer a parada obrigatória pela corrida ter começado com compostos intermediários e condições de chuva.

"Eu tinha todas as informações que precisava naquele momento", disse o monegasco. "Uma vez que Valtteri parou, eu perguntava no rádio: 'quais são os tempos de volta dos que trocaram?' Nas primeiras cinco ou seis voltas estávamos mais ou menos no mesmo ritmo deles. Então, para mim, ficou claro que não era apenas uma aposta."

"Acho que todos estávamos confiantes com essa escolha, mas foi uma corrida um pouco estranha com os novos intermediários para seis ou sete voltas. Eles tiveram uma fase de granulação e, depois de passar por ela, encontrava desempenho novamente. Foi exatamente isso o que aconteceu. Portanto, sem arrependimentos da minha parte."

Charles Leclerc, Ferrari SF21, arrives on the grid

Charles Leclerc, Ferrari SF21, arrives on the grid

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, acrescentou que a decisão de sua equipe de manter Leclerc fora foi moldada pela avaliação da borracha usada de Carlos Sainz quando ele parou para calçar pneus novos. Segundo o italiano, não havia dúvidas de que os intermediários usados ​​chegariam ao fim sem falhar, a única incerteza é se teriam um ritmo tão forte como os não desgastados.

"Obviamente, fizemos o pit stop com o Carlos e sabíamos a condição dos compostos dele naquele momento”, disse Binotto. "Tendo esses dados, acreditávamos que poderíamos ter terminado a corrida ao menos em termos de segurança. Então, era uma questão de desempenho."

"Como Charles disse, no momento em que ficamos fora, o ritmo estava bom, mas aí a pista mudou, ficou mais seca e tivemos que parar."

Depois que seus tempos de volta aumentaram, Leclerc sentiu que não havia benefício em ficar de fora, já que, de qualquer maneira, acabaria perdendo para os carros que o perseguiam: "Teria sido muito, muito difícil sem a troca para ser honesto."

"Os pneus traseiros foram muito difíceis de manusear nas últimas quatro voltas antes do meu pit stop, e é por isso que o fizemos. Lutei muito com o travamento nos traseiros e isso me levou a cometer alguns erros. Eu não acho que ficaríamos melhor do que onde terminamos com a parada nos boxes."

F1 2021: Bottas VENCE, Verstappen é 2º e Hamilton SÓ 5º após PISTOLAR COM MERCEDES; análise do GP | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Red Bull não recuperou desvantagem para Mercedes mesmo com duplo pódio, diz Verstappen

Artigo anterior

F1: Red Bull não recuperou desvantagem para Mercedes mesmo com duplo pódio, diz Verstappen

Próximo artigo

F1 - Hamilton nega fúria com Mercedes por parada, mas alerta: "Não esperem que seja calmo enquanto corro"

F1 - Hamilton nega fúria com Mercedes por parada, mas alerta: "Não esperem que seja calmo enquanto corro"
Carregar comentários