Últimas notícias

F1 - Horner 'desdenha' de W14B e rebate Wolff: "Perder dói"

Christian Horner respondeu Toto Wolff e afirmou que, mesmo que o carro da Mercedes tenha melhorado por conta das atualizações introduzidas em Mônaco, a diferença para Red Bull segue a mesma do início da temporada

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, Adrian Newey, Chief Technology Officer, Red Bull Racing, the Red Bull team celebrate victory

Red Bull contra Mercedes, o jogo começou. O pódio duplo da equipe de Brackley no GP da Espanha de Fórmula 1, no circuito de Barcelona, mostrou como as novas atualizações introduzidas em Monte Carlo no W14 são boas e que o caminho certo foi trilhado. 

Leia também:

O resultado catalão levou Toto Wolff a olhar com confiança para o presente e para o futuro. O W14B, se for confirmado o mesmo nível em outras pistas, pode representar uma excelente base para o futuro e abrir um caminho vitorioso para lutar por títulos novamente de forma permanente.

Enquanto isso, Wolff destacou que na Espanha a Mercedes teria marcado uma diferença em relação ao RB19 de Max Verstappen de cerca de 2 ou 3 décimos por volta. Um passo notável que também foi destacado por Christian Horner.

O chefe da Red Bull, no entanto, não está tão convencido que os adversários realmente tenham preenchido parte do 'vazio' apresentado desde o início da temporada.

"Certamente a Mercedes deu um passo mais adiante. Basicamente eles introduziram uma versão B do seu carro. Acredito que eles usaram uma parte significativa do orçamento de desenvolvimento para fazer o que fizeram", disse Horner após o GP da Espanha.

"Acredito que se você observar o gap no fim da corrida, é muito semelhante ao que havia entre nós no Bahrein. O que acontece é que a diferença atrás de nós muda de uma corrida para outra."

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Photo by: Jake Grant / Motorsport Images

Horner, talvez para infringir um golpe verbal em seus rivais e jogar com o ponto de vista psicológico, enfatizou que está muito interessado na verdadeira batalha da temporada que acontece entre várias equipes pelo segundo lugar, atrás da dominante Red Bull.

"Fernando estava atrás de nós na semana passada, enquanto a Mercedes foi a segunda em Barcelona. Será interessante ver como a situação vai se desenrolar nas próximas corridas."

Apenas Toto Wolff afirmou estar incomodado com o domínio de Max Verstappen e da Red Bull. Como resultado, a Mercedes vai tentar se recuperar nos próximos meses.

"Passamos 7 anos tentando voltar a uma posição ganhadora e, sabe, perder dói", continuou Horner. "Minha equipe está trabalhando muito  duro para chegar onde estamos hoje e acredito que todo o time, como unidade, não apenas Max, sinto que estão desempenhando um nível muito alto."

"Temos um carro fenomenal. Temos dois grandes pilotos e Max continua evoluindo como piloto, está cada vez mais afiado e a capacidade que ele apresenta dentro do carro é realmente impressionante."

"Não presto muita atenção nos comentários dos outros. Acredito que o que importa são os pontos ao final do fim de semana. E preciso dizer que isso parece ótimo para nós", concluiu o diretor.

VÍDEO: Rico Pentado explica como funciona a estratégia na F1 e por que Ferrari vai tão mal

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate: é o 'fim da linha' para Mônaco na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Artigo anterior F1: Duas equipes têm interesse pelos motores Red Bull-Ford para 2026, revela Horner
Próximo artigo F1: "Me dói dizer, mas Verstappen está em outro nível", admite Wolff
Assinar