F1: Horner "não acredita" que Mercedes não atualizará mais carro de 2021

Toto Wolff havia dito que foco da equipe alemã é em 2022

F1: Horner "não acredita" que Mercedes não atualizará mais carro de 2021

Christian Horner disse que "não acredita" que a Mercedes não atualizará seu carro para temporada de 2021 da Fórmula 1. Após a quarta derrota consecutiva para a Red Bull neste ano, o chefe da equipe alemã Toto Wolff revelou que a Mercedes não fará novas atualizações no W12, dizendo que "não faria sentido colocar uma semana ou duas ou um mês de foco no carro atual". 

Segundo o austríaco, o time de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas se concentrará na otimização do pacote, já que seu trabalho de desenvolvimento está voltado para as novas regras que entrarão em vigor em 2022.

Leia também:

"É uma decisão muito, muito complicada, porque estamos tendo novas diretrizes não apenas para o próximo ano, mas para os seguintes, um conceito de carro completamente diferente. Você tem que escolher o equilíbrio certo".

"Alguns ainda podem trazer coisas. A RBR trouxe caminhões ou vans quinta e sexta-feira com novas peças. E justo, é uma estratégia, que se prova ser bem-sucedida, porque hoje, eles estavam simplesmente em uma liga própria em relação ao ritmo de corrida".

"O campeonato não se joga apenas com a adição de peças aerodinâmicas, porque nesta fase, mesmo aqueles como a Red Bull que continuam a atualizar, precisam mudar todo o desenvolvimento para 2022".

"Não faria sentido colocar uma semana ou duas ou um mês de foco no carro atual, porque os ganhos não estariam nem perto dos estamos a longo prazo. Ainda venceremos corridas nesta temporada, teremos pole position e lutaremos o máximo que pudermos por cada resultado."

Já a Red Bull, que vem apresentando uma velocidade boa nas retas, segue atualizando sua máquina de 2021.

Questionado sobre as declarações recentes de Wolff, o dirigente da escuderia austríaca disse que "não acredito que eles vão passar o resto do ano sem colocar um único componente no carro". 

"Todos sabemos que Toto gosta de desviar a atenção", disse.

“Não acredito que vão passar o resto do ano sem colocar um único componente no carro. Tudo o que podemos fazer é focar em nosso próprio trabalho. É um ato de equilíbrio entre este ano e o próximo, mas se isso significar que temos que trabalhar um pouco mais, estamos totalmente preparados para isso. ”

“É conseguir o equilíbrio certo entre ganhos marginais para este ano e grandes passos para o próximo. Mas isso não é diferente de como era no passado. ”

Com os resultados na Áustria, a Red Bull abriu uma vantagem de 40 pontos sobre a Mercedes no campeonato de construtores. No entanto, Horner destacou importância da equipe "manter nossas cabeças baixas" e "tentar otimizar nosso desempenho"

“Precisamos continuar girando o parafuso, manter nossas cabeças baixas, continuar fazendo o que estamos fazendo, fazer bem o básico”, disse.

“Ter vencido as últimas quatro corridas em todos os tipos de circuitos que fizemos foi o melhor que tivemos desde 2013."

“Estaremos de volta aqui no próximo fim de semana e vimos no ano passado que embora você tenha feito duas corridas no mesmo circuito, a segunda corrida pode ser bem diferente da primeira - condições da pista, clima, etc."

“Nós apenas temos que fazer cada corrida uma a uma e tentar otimizar nosso desempenho", concluiu. 

F1 AO VIVO: Verstappen DOMINA o GP DA ESTÍRIA, com Hamilton em um DISTANTE segundo | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Sequência de corridas até férias da F1 será chave para campeonato?

 

compartilhar
comentários
F1: Gasly mostra frustração por corrida que não durou "mais de uma curva"

Artigo anterior

F1: Gasly mostra frustração por corrida que não durou "mais de uma curva"

Próximo artigo

F1 - Wolff alerta Red Bull sobre atraso em desenvolvimento: "Podem ser dois segundos mais lentos em 2022"

F1 - Wolff alerta Red Bull sobre atraso em desenvolvimento: "Podem ser dois segundos mais lentos em 2022"
Carregar comentários