F1: Pirelli tem dificuldades em achar datas para testes em 2022

Fornecedora oficial de pneus da F1 alega que corridas em fins de semana seguidos atrapalham planejamento de compostos para 2023

F1: Pirelli tem dificuldades em achar datas para testes em 2022
Carregar reprodutor de áudio

A Pirelli está lutando para encontrar datas suficientes para cumprir sua cota de 25 dias para o programa de testes de pneus de Fórmula 1 de 2023, devido ao calendário recheado desta temporada.

Como resultado, a empresa deve contar com alguns TL2 de sexta-feira no final do ano para testar seus protótipos de pneus para a próxima temporada.

Leia também:

As regras permitem 25 dias de testes de pneus para pista seca e molhada, focados no desenvolvimento para a temporada seguinte, que este ano será realizado com as máquinas atuais, em vez dos carros mula usados ​​em 2021.

As únicas datas realistas disponíveis são nos circuitos europeus onde o GP não é seguido imediatamente por um evento consecutivo.

Até agora, as terças e quartas-feiras após as corridas de Ímola, Red Bull Ring e Hungaroring foram reservadas para testes. Com duas equipes em cada local.

A Pirelli ainda não confirmou quais equipes participarão desses testes, ou se alguns dos dias - se houver - serão dedicados à pista molhada, artificialmente encharcada.

Mario Isola, Racing Manager, Pirelli Motorsport, talks to the press

Mario Isola, Racing Manager, Pirelli Motorsport, talks to the press

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Para atingir a quilometragem necessária, as sextas-feiras de dois fins de semana de corrida serão usadas para corridas extras de pneus protótipos de 2023, embora esse plano ainda não tenha sido formalmente anunciado.

“Vamos usar os carros atuais e temos uma primeira parte do ano em que já planejamos vários testes após os eventos”, disse o chefe da Pirelli F1, Mario Isola.

“Estamos atualmente em discussão com as equipes e a FIA para encontrar uma solução para a segunda parte do ano.

“Porque se você olhar para o calendário, ele é bastante exigente, e você tem muitos fins de semana seguidos de corridas, em que é difícil pedir a uma equipe para ficar mais alguns dias depois.

"Então, estamos tentando encontrar soluções para também fazer alguns testes na segunda metade da temporada. Porque claramente precisamos de mais testes para ter uma aparência diferente e desenvolver o pneu, caso contrário, será muito difícil, você não pode fazer apenas um teste com todos e encontrar o produto certo.

“Você testa algumas soluções, analisa os resultados, desenvolve novas ideias, dá uma segunda olhada e assim por diante.”

POLÍTICA da F1: Os OB$TÁCULO$ para PORSCHE/RED BULL e AUDI virarem REALIDADE em '26; veja BASTIDORES

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #173: Qual tamanho dos problemas de Verstappen e Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

 

 

compartilhar
comentários
F1: McLaren reclama de ‘puxadinho’ e colaboração entre Ferrari e Haas
Artigo anterior

F1: McLaren reclama de ‘puxadinho’ e colaboração entre Ferrari e Haas

Próximo artigo

F1: Wolff quantifica diferença entre Mercedes e Ferrari

F1: Wolff quantifica diferença entre Mercedes e Ferrari