F1 - Raikkonen relembra 2014 com Alonso na Ferrari: "Ano estranho para nós"

Parceria durou apenas uma temporada e não trouxe resultados à escuderia, mas rendeu respeito ao espanhol por parte do finlandês

F1 - Raikkonen relembra 2014 com Alonso na Ferrari: "Ano estranho para nós"
Carregar reprodutor de áudio

Kimi Raikkonen e Fernando Alonso formaram uma das duplas que mais gerou expectativa na Fórmula 1: a da Ferrari em 2014. O finlandês vinha da Lotus após duas fortes temporadas e o espanhol estava na escuderia desde 2010, onde teve desempenhos de destaque na luta pelo título contra Sebastian Vettel. Apesar da parceria ter durado somente um ano e ter sido "estranha" segundo o homem de gelo, ele citou a forma "justa" com que o antigo colega pilota.

Em entrevista ao podcast oficial da categoria, Beyond the Grid, Raikkonen relembrou o ano em que dividiu os boxes da equipe italiana com Alonso, comentou sobre seu desempenho naquela temporada e como enxerga o comportamento do espanhol na pista, o qual elogiou.

Leia também:

"Acho que ele sempre foi muito bom", disse Kimi. "Como companheiro de equipe, sinto que algo estranho se passou entre nós. Pessoalmente e por vários motivos, eu não tive um bom ano, mas todos sabemos que o Fernando é rápido em todos os fins de semana."

"Com ele, você já sabe o que vai acontecer e o que não vai acontecer, nesse sentido ele é diferente. Você sempre tem segurança do que espera, enquanto com os outros você não tem certeza do que eles podem fazer."

Raikkonen reiterou que a 'sombra' de Alonso na mesma escuderia é boa para quem for seu companheiro de time por ele ser 'casca grossa' e que jamais se envolveu em escolher quem formaria uma dupla com ele, além de não se importar com o placar de duelos internos nos treinos classificatórios.

"Nunca estive em posição de escolher com quem dividiria os boxes", comentou. "No entanto, acho que estar ao lado de Alonso é bom, sempre pressiona e não vejo nada de negativo. Para ser sincero, nunca me preocupo em vencer o meu parceiro na qualificação. Para mim, a corrida é a parte mais importante."

"Tivemos grandes batalhas entre nós e lutamos uns contra os outros mais de uma vez. Obviamente, ambos estamos em partes diferentes de nossas carreiras, mas uma coisa que se destaca nele é que ele pode correr de forma justa, como sempre foi", concluiu.

MARI BECKER analisa EVOLUÇÃO de VERSTAPPEN e PRESSÃO em HAMILTON, e fala de como ambos saem maiores

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
CEO da F1 admite que Covid pode impactar 2022 e lamenta ausência da Alemanha no calendário
Artigo anterior

CEO da F1 admite que Covid pode impactar 2022 e lamenta ausência da Alemanha no calendário

Próximo artigo

F1: Marko vê novo duelo Verstappen x Hamilton em 2022 e diz que apenas um piloto pode enfrentá-los

F1: Marko vê novo duelo Verstappen x Hamilton em 2022 e diz que apenas um piloto pode enfrentá-los
Carregar comentários