F1: Reutemann apresenta piora em quadro de saúde
Carregar reprodutor de áudio

O quadro de saúde do ex-piloto de Fórmula 1 e atual senador argentino Carlos Reutemann apresentou uma piora devido a nova hemorragia digestiva.

Leia também:

Depois de ter recebido alta, Reutemann voltou a ser internado no dia 30 de maio no Hospital Sanatorio Santa Fé com um quadro de desidratação e havia sido transferido para a UTI no dia 21 de junho. O estado de saúde do argentino piorou nas últimas horas depois de um novo sangramento digestivo.

Reutemann tem enfrentado problemas graves de saúde nos últimos anos, tendo sido diagnosticado com câncer de fígado em 2017.

O argentino foi submetido a uma cirurgia em Nova York no final daquele ano para remover um tumor e continuou lutando pela sua saúde desde então, fazendo poucas aparições públicas.

O ex-piloto de 79 anos participou de 146 GPs de F1 entre 1972 e 1982.

Ele estreou na categoria máxima do automobilismo no GP da Argentina de 1972 ao lado do bicampeão mundial Graham Hill, e depois correu pelas equipes Ferrari, Williams e Lotus.

Durante seu período no esporte ele conquistou 12 vitórias, seis poles e 46 pódios. Em 1981, Reutemann ficou a um ponto do título mundial atrás de Nelson Piquet.

Após se aposentar da carreira de piloto, que também incluiu passagem pelo Campeonato Mundial de Rally, Reutemann voltou sua atenção para a política, sendo senador desde 2003.

Ele também foi governador de seu estado local de Santa Fé durante dois mandatos e um teve convite para concorrer à presidência em 2003, mas rejeitou a candidatura.

F1 2021: Mercedes SE SABOTOU na Áustria? Hamilton vai ABANDONAR o ano? Veja debate | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #116 - TELEMETRIA: Quais as esperanças de Hamilton na Áustria? Rico Penteado responde

 

compartilhar
comentários
F1: Masi rebate pilotos e diz que sistema de pontuação na superlicença não precisa ser revisto
Artigo anterior

F1: Masi rebate pilotos e diz que sistema de pontuação na superlicença não precisa ser revisto

Próximo artigo

F1: Red Bull diz que equipes podem ir para a F-E se novo motor não for barulhento

F1: Red Bull diz que equipes podem ir para a F-E se novo motor não for barulhento