F1: Russell acredita que não terá punições por batida e destaca como estratégia pode ser fundamental

Piloto da Williams falou sobre as diferentes estratégias de paradas que podemos ver no domingo

F1: Russell acredita que não terá punições por batida e destaca como estratégia pode ser fundamental

Destaque do GP da Bélgica, George Russell terá uma vida mais difícil em Zandvoort neste fim de semana. O piloto da Williams bateu no Q2 durante a classificação para o GP da Holanda de Fórmula 1 e largará fora do top 10 no domingo. E em meio à muitas dúvidas sobre a primeira corrida na pista holandesa, o britânico vê um ponto positivo: não deve ter que cumprir punições.

Em entrevista à Sky Sports F1, Russell concordou que a volta da batida era boa, destacando que o ritmo da Williams ao longo do fim de semana não era dos melhores.

Leia também:

"Não tínhamos um ritmo tão bom quanto esperávamos, mas aquela volta era realmente boa. Eu saí da penúltima curva, a direita-esquerda bem apertada e meus pneus estavam consumindo. Eu tentei dar o máximo e, no final, ataquei demais a última curva e perdi a traseira".

"Então, sim, peço desculpas à equipe porque não era o modo que eu gostaria que nossa classificação terminasse".

Questionado sobre danos, Russell acredita que não terá que fazer trocas que possam acarretar em posições no grid.

"Há algum dano na suspensão traseira, mas não devo ter nenhuma penalização. E não é nada que o pessoal não conseguirá consertar durante a noite. Como já disse, desculpas à equipe, porque essa volta me colocaria no top 10".

"Eu sentia que tinha que dar o meu melhor e ver o que era possível fazer".

Com a batida de seu companheiro de equipe, Nicholas Latifi, o Q2 foi encerrado antes do cronômetro ser zerado, levando a eliminação de nomes que também poderia disputar uma vaga no Q3, como Lando Norris. Russell analisou as possibilidades para a corrida em meio a uma pista onde ultrapassar é muito complicado.

"É difícil de ultrapassar e ninguém sabe como os pneus agirão. Há tantas curvas para direita nesse circuito, então o dianteiro esquerdo e o traseiro esquerdo sofrem muito. Isso tornará as coisas realmente difíceis".

"Alguns mantiveram dois jogos de médios para amanhã, talvez pensando em duas paradas, outros não e mesmo assim podem pensar em duas. Outros podem arriscar e fazer apenas uma. É uma nova experiência para todos. Nós fizemos apenas 12 voltas consecutivas na sexta, e temos 72 amanhã, então ninguém sabe o que vai acontecer".

F1 AO VIVO: Tudo sobre a CLASSIFICAÇÃO para o GP da HOLANDA, com o debate sobre o GRID em ZANDVOORT

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #129 - A aposentadoria de Raikkonen e tudo sobre o GP da Holanda

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton culpa problemas da sexta-feira por não conseguir pole na Holanda
Artigo anterior

F1: Hamilton culpa problemas da sexta-feira por não conseguir pole na Holanda

Próximo artigo

F1: Confira como ficou o grid de largada para o GP da Holanda

F1: Confira como ficou o grid de largada para o GP da Holanda
Carregar comentários