F1: Testes aerodinâmicos dos carros de 2026 estão proibidos de acontecer até 2025; entenda

FIA confirmou formalmente a proibição de testes aerodinâmicos na Fórmula 1 para 2026 por meio de mudanças nos regulamentos esportivos

Túnel de vento da Mercedes

Túnel de vento da Mercedes

Mercedes AMG

Após um acordo em uma recente reunião da Comissão de Fórmula 1, as equipes não estão autorizadas a realizar nenhum trabalho de túnel de vento ou CFD para os novos carros de 2026 até 1º de janeiro de 2025, espelhando um acordo semelhante que foi feito antes da última grande mudança de regras em 2022.

Leia também:

Os futuros regulamentos técnicos ainda não foram finalizados, mas as equipes já têm uma boa noção da direção que será tomada.

De forma incomum, os regulamentos esportivos de 2023 foram alterados após o término do Campeonato Mundial de fato, a fim de impor a proibição do ATR de 2026 de 1º a 31 de dezembro, enquanto as mesmas alterações foram feitas nas regras de 2024.

Os regulamentos esportivos para ambos os anos agora estabelecem: "Para evitar testes que visem o desenvolvimento para a temporada de 2026, de 1/12/2023 a 1/1/2025, o RWTT [teste de túnel de vento restrito] só pode ser realizado usando um modelo em escala que esteja substancialmente em conformidade com os regulamentos técnicos da F1 de 2023, 2024 ou 2025."

"Com exceção dos testes de dinamômetro destinados a desenvolver componentes do sistema de freio com o mínimo de dutos de ar e desde que esses testes não testem simultaneamente (ou de qualquer forma forneçam dados ou conhecimentos incidentais sobre) o desempenho ou a resistência de peças ou sistemas classificados como carroceria, nenhum teste de túnel de vento pode ser realizado usando a geometria do carro parcial ou totalmente em conformidade com e/ou substancialmente derivada de rascunhos e/ou versões publicadas dos regulamentos técnicos da F1 de 2026 ou geometrias e conceitos de carroceria propostos pela FIA para 2026."

Uma redação semelhante também proíbe quaisquer simulações CFD de 2026 até o final de 2024. As equipes ainda podem fazer um trabalho preliminar de R&D para 2026 que não esteja coberto pelas regras de restrição de testes aerodinâmicos.

AlphaTauri team members work on Pirelli tyres in the paddock

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Membros da equipe AlphaTauri trabalham nos pneus Pirelli no paddock

Em outras mudanças nos regulamentos esportivos da F1 de 2024, a eliminação da alocação alternativa de pneus foi confirmada, enquanto os dias permitidos para os testes de pneus Pirelli foram aumentados de 35 para 40, e a exigência de que os testes sejam realizados somente entre a primeira corrida e 15 de dezembro foi excluída.

Quatro dias especificamente alocados para um projeto da FIA relacionado a testes de redução de pulverização também foram incluídos nas regras após uma experiência inicial, mas sem sucesso, em Silverstone, em julho.

Em outras mudanças agora confirmadas, o período de notificação para uma largada em andamento foi reduzido de dois minutos para apenas um, e o tempo de abertura do pitlane foi reduzido de 50 minutos antes da largada para 40, reduzindo assim o procedimento pré-corrida.

Em um ajuste nas largadas no pitlane, as equipes só podem trabalhar nos carros na pista rápida "por um período que termina 90 segundos após o início da volta de formação, após o qual todo o pessoal e equipamento deve estar fora da pista rápida".

Em uma mudança sutil no escrutínio pós-qualificação/shootout, a FIA agora selecionará carros "específicos" para verificações adicionais em vez de "pelo menos três", como era o caso anteriormente.

A FIA também excluiu todas as referências a um "evento fechado", que era uma ressaca da era COVID, quando as corridas aconteciam sem público e com restrições de pessoal e assim por diante.

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari reforça departamento de engenharia com foco em 2024; saiba mais
Próximo artigo F1 integra grupo da FIA que vai estudar viabilidade do hidrogênio no automobilismo

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil