Últimas notícias

F1: Ultrapassagens podem aumentar em 50% em algumas corridas

Dirigente da Federação Internacional de Automobilismo analisa impacto das novas regras: "Para o que tentamos alcançar, 2019 tem sido bom"

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15, battles with Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

A Fórmula 1 introduziu novas regras para a temporada 2019 com o objetivo de gerar mais ultrapassagens. Simulações realizadas para avaliar o impacto das mudanças na aerodinâmica indicaram que as ultrapassagens podem aumentar em até 50% em algumas corridas neste ano. Asas, bargeboards e dutos de freio foram simplificados para facilitar a perseguição ao carro à frente e aumentar o efeito do sistema de redução de arrasto. Confira no vídeo abaixo:

Na abertura do campeonato, na Austrália, os efeitos não foram muito evidentes, em função das características do circuito de Albert Park. Por outro lado, o último fim de semana no Bahrein, em um circuito mais convencional, onde uma terceira zona do DRS também foi adicionada, mostrou que as modificações têm impacto.

Leia também:


Chefe de assuntos técnicos de monopostos da FIA, Nikolas Tombazis comentou as novidades: "Não esperávamos um enorme impacto na Austrália, em que é difícil de ultrapassar em qualquer caso, mas isso muda em outros circuitos. Algumas simulações mostraram um aumento de + 10% nas ultrapassagens, assumindo uma evolução similar de uma corrida, é claro. Em outras, espera-se um aumento maior, possivelmente na ordem de + 50%”.

"Esse foi o feedback que tivemos até agora, mas só ficará claro quando avançarmos a temporada. Não estávamos esperando milagres na primeira rodada na Austrália, mas geralmente estamos esperando um passo na direção certa no que diz respeito à aerodinâmica”, disse Tombazis.

As mudanças na regra de 2019 foram uma reação à complexidade da aerodinâmica dos monopostos de 2018. "Olhando para os carros em testes e vendo certas soluções, há, sem dúvida, algumas coisas que poderíamos ter feito de forma ligeiramente diferente nas regras, mas é sempre assim. No geral, estou satisfeito com a direção das características aerodinâmicas”, analisou Tombazis.

"Não acho que nunca podemos sentar e dizer: 'Ok, está tudo bem'. No entanto, acho que se não tivéssemos passado por esse processo e estivéssemos aqui apenas escrevendo as regras de 2021, estaríamos em uma situação muito pior. Para o que estamos tentando alcançar, 2019 tem sido bom. A temporada ser empolgante ou não depende de quão competitivas as equipes estão. E como todo mundo, é algo que estou muito ansioso para ver”, completou.

Ferrari SF90 front wing

Ferrari SF90 front wing

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Red Bull pretende corrigir falhas aerodinâmicas até o GP da Espanha
Próximo artigo Williams tem lucro em 2018 mesmo com pior ano de sua história na F1

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil