Relato da corrida
Fórmula 1 GP da Hungria

F1: Verstappen brilha após largar em 10º e vence GP da Hungria; Hamilton e Russell completam pódio

Etapa marca o fim da primeira metade da temporada 2022, dando início à pausa de verão de três semanas

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

O domingo trouxe mais um exemplo do brilhantismo de Max Verstappen. Largando da décima posição, o atual campeão da Fórmula 1 deu um show, escalando o pelotão para vencer o GP da Hungria, disparando ainda mais na liderança do Mundial no início da pausa de verão.

Em mais uma corrida de destaque, Lewis Hamilton foi o segundo, superando George Russell nas voltas finais, com o companheiro de equipe em terceiro. Completaram o top 10: Carlos Sainz, Sergio Pérez, Charles Leclerc, Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon e Sebastian Vettel.

Leia também:
 

Minutos antes da largada, alguns pilotos começaram a reportar gotas de chuva pelo circuito, mas não suficiente para a direção de prova abortar a largada, forçando todos a trocarem pelos pneus de pista molhada. Por isso, tivemos estratégias distintas na saída, com Russell, Verstappen e Norris de macios contra os demais do top 10 de médios. 

Russell saiu bem e soube se defender das investidas das Ferraris, com Leclerc tentando atacar Sainz, enquanto Hamilton saltava duas posições em cima das Alpines.

 

No final da primeira volta, o safety car virtual foi acionado por detritos na pista. Russell liderava, à frente de Sainz, Leclerc, Norris, Hamilton, Ocon, Alonso, Verstappen, Pérez e Magnussen fechando o top 10.

A bandeira verde foi dada na terceira volta. Com pneus macios, Russell conseguiu abrir 2s5 rapidamente, enquanto Sainz era pressionado por Leclerc e Verstappen tentava atacar as Alpines.

 

Tanto Hamilton quanto Verstappen passaram Norris, assumindo P4 e P5. Mesmo com pneus macios, o holandês não conseguiu fazer de cara a manobra em cima do rival de 2021, citando problemas pelo rádio, enquanto Pérez também pressionava o piloto da McLaren.

 

Dos ponteiros com pneus macios, Norris foi o primeiro a ir aos boxes na volta 15, abrindo uma sequência de paradas de quem havia largado com compostos vermelhos. No início da 17ª, foi a vez de Russell, que voltou de médios em sexto entre as Alpines, deixando as Ferraris para brigar na frente. A Red Bull trouxe Verstappen ao mesmo tempo por pneus amarelos, voltando em oitavo.

Reagindo, a Ferrari trouxe Sainz para um novo jogo de médios na volta seguinte, forçando-o a uma estratégia de duas paradas.

 

Já Hamilton parou na volta 20 para colocar novos médios, voltando em sétimo, perdendo posição para Verstappen. Apenas Russell e Verstappen não teriam a obrigação de uma segunda parada, mas talvez sendo necessário pelo momento do primeiro pit.

Em uma bela manobra na 25ª volta, Ricciardo aproveitou a disputa interna da Alpine para ultrapassar ao mesmo tempo os dois carros da equipe francesa, assumindo a décima posição. 

 

Com rendimento melhor, Leclerc iniciou a caça a Russell, abrindo a asa móvel na volta 27, conseguindo a liderança no começo da volta 31, após uma bela disputa contra a Mercedes.

 

Quando a prova chegou à metade, alguns pilotos voltaram a avisar pelo rádio sobre a chuva no Hungaroring. Leclerc já abria 2s5 para Russell, que tinha Sainz em sua cola, a menos de 1s. Verstappen vinha em quarta a 2s, enquanto Hamilton baixava a diferença para o holandês para menos de 5s.

Buscando um undercut, a Red Bull trouxe Verstappen para uma segunda parada na volta 40, colocando um novo jogo de médios. Mercedes e Ferrari responderam imediatamente, trazendo Leclerc e Russell na volta seguinte. O monegasco saiu de duros contra médios do britânico.

Com pneus aquecidos e mais rápidos, Verstappen conseguiu ultrapassar Leclerc rapidamente para assumir a terceira posição, aguardando uma nova parada de Sainz e Hamilton. Mas a situação mudou logo, com o holandês rodando sozinho na penúltima curva, perdendo posição novamente para o monegasco. Ele não perdeu para Russell porque Pérez fez bem o trabalho de escudeiro.

 

Mesmo com pneus afetados pela rodada, o rendimento de Verstappen seguia melhor que o de Leclerc de duros, que não estavam funcionando para ninguém no dia. Por isso, o holandês voltou a se aproximar, retomando P3 pouco depois.

Apesar de seguirem apostando na chuva, Sainz e Hamilton foram aos boxes, entregando a liderança para Verstappen, que tinha Leclerc em segundo pressionado por Russell, com os dois voltando em quarto e quinto, respectivamente, ambos de macios.

A Ferrari trouxe Leclerc novamente aos boxes, deixando o monegasco apena na sexta posição.

A chuva começava a cair, mas não chegou a ser intensa a ponto de atrapalhar a reta final da corrida, não forçando ninguém a trocar para os pneus de pista molhada.

No final, Max Verstappen precisou apenas controlar o ritmo para vencer mais uma vez na temporada 2022 e disparar ainda mais no Mundial. E após uma bela disputa, Lewis Hamilton foi o segundo, com George Russell em terceiro, dando à Mercedes mais um pódio duplo na temporada 2022.

Completaram o top 10: Carlos Sainz, Sergio Pérez, Charles Leclerc, Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon e Sebastian Vettel.

A Fórmula 1 entra agora em sua pausa de verão de três semanas, retomando as atividades da temporada 2022 no fim de agosto com o GP da Bélgica, iniciando uma rodada tripla que contará ainda com Holanda e Itália. No Motorsport.com, você acompanha a cobertura completa da principal categoria do automobilismo mundial.

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Red Bull contrata nome importante da Mercedes para cargo senior na Red Bull Powertrains
Próximo artigo Verstappen lidera nas férias da F1 e aumenta vantagem para Leclerc; confira situação do Mundial após o GP da Hungria

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil