F1: Verstappen coroa fim de semana perfeito em Ímola com vitória dominante; Leclerc é 6º após batida

Holandês da Red Bull conquistou todos os pontos disponíveis para a etapa e assume a vice-liderança do Mundial

F1: Verstappen coroa fim de semana perfeito em Ímola com vitória dominante; Leclerc é 6º após batida
Carregar reprodutor de áudio

Pole position, vitória na sprint, vitória na corrida liderando ponta a ponta e com ponto extra da volta mais rápida. Max Verstappen coroou neste domingo um fim de semana perfeito em Ímola com um triunfo dominante no GP da Emilia Romagna de Fórmula 1, o que lhe rendeu todos os 34 pontos em jogo e a vice-liderança do Mundial.

Sergio Pérez e Lando Norris completaram o pódio após uma batida de Charles Leclerc, que comprometeu um terceiro lugar que lhe parecia garantido. George Russell, Valtteri Bottas, Leclerc, Yuki Tsunoda, Sebastian VettelKevin Magnussen e Lance Stroll completaram o top 10, enquanto Lewis Hamilton sofreu, terminando apenas em 14º.

Leia também:

As condições climáticas criaram um desafio para pilotos e equipes muito antes da largada. A chuva começou a cair sobre o circuito mais cedo neste domingo, parando antes da largada, mas deixando a pista bem molhada para o início da prova, forçando todos a largarem com compostos verdes ou azuis.

E na volta de apresentação, os pilotos já foram alertados sobre a expectativa de mais chuva em cerca de 30 minutos.

 

Na largada, as Red Bulls saíram bem, com Verstappen em primeiro e Pérez em segundo, enquanto Leclerc caiu para quarto, perdendo posição ainda para Norris. E o safety car foi acionado antes mesmo do fim da primeira volta, devido a uma batida entre Ricciardo e Sainz, levando ao abandono do espanhol, enquanto o australiano conseguiu voltar à pista.

 

Neste momento, Verstappen e Pérez lideravam, com Norris em terceiro, Leclerc em quarto e Magnussen em quinto. Após uma excelente largada, Russell subiu para sexto, com Bottas em sétimo, Alonso em oitavo, Vettel em nono e Tsunoda em décimo, enquanto Hamilton ganhava apenas uma posição, subindo para 12º.

A bandeira verde foi acionada novamente no início da quinta volta. Pérez permitiu que Verstappen tivesse uma relargada limpa, enquanto Leclerc iniciou a pressão pra cima de Norris pela terceira posição. De cara, a vantagem do holandês para o rival era de 2s8.

Enquanto Verstappen seguia abrindo para Pérez e o resto do grid, mais atrás a principal luta era a da 11ª posição, entre Hamilton, Alonso e Ocon. Mas com danos causados na carenagem na primeira volta, a corrida do bicampeão acabou mais cedo.

 

Já na oitava volta, Leclerc finalmente conseguiu passar Norris pela terceira posição e rapidamente começou a abrir para a McLaren, iniciando a caça às Red Bulls, estando a 6s de Verstappen e 3s de Pérez.

Outra batalha que se formava era a de Magnussen e Russell pela quinta posição. E uma manobra mal-sucedida do britânico permitiu ainda que Bottas se juntasse à festa. Na 12ª volta, a Mercedes conseguiu a ultrapassagem, deixando a Haas para ser pressionada pela Alfa Romeo, com Bottas também conseguindo a sexta colocação.

Na 19ª volta, os pilotos já começavam a fazer suas paradas, trocando os intermediários pelos slicks médios. E Pérez foi o primeiro dos ponteiros a parar, com a Red Bull comprando um blefe da Ferrari. Neste momento, Verstappen tinha quase 8s de vantagem para Leclerc, com Norris em terceiro, sendo os únicos sem trocar os pneus nessa volta. Os três entraram na volta seguinte.

 

Nos boxes, Hamilton e Ocon quase se tocaram após a Alpine liberar o francês em cima do heptacampeão. O caso foi colocado sob investigação. Ocon acabou punido com cinco segundos.

Com isso, Verstappen liderava, com Leclerc saindo pouco à frente de Pérez, mas com pneus aquecidos, o mexicano retomou a segunda posição.. Norris era o quarto, com Russell em quinto, Bottas, Vettel, Magnussen, Tsunoda e Stroll fechando os dez primeiros, enquanto Hamilton voltava para 14º após uma parada ruim.

Na metade da prova, na volta 32 de 63, Verstappen dominava a prova, com 10s7 de vantagem para Pérez, que mantinha Leclerc atrás, a cerca de 2s. Norris era o terceiro, mas a 16s do piloto da Ferrari, tendo Russell em quinto e Bottas, Vettel, Magnussen, Tsunoda e Stroll fechado o top 10, enquanto Hamilton seguia em 14º, preso atrás de Gasly.

 

Na 35ª volta, a direção de prova finalmente liberou o acionamento do DRS, julgando que a pista estaria seca o suficiente para isso. Mesmo assim, Hamilton seguiu preso atrás de Gasly, levando a uma cena emblemática no 40º giro, com o heptacampeão tomando uma volta de Verstappen.

A 15 voltas do fim, Verstappen consolidava 12s de vantagem para Pérez, que deixava Leclerc 3s atrás, com Norris e Russell fechando o top 5. Irritado com sua situação e sem a autorização da Mercedes para ir aos boxes, Hamilton passou a atacar com mais força Gasly, mas o francês também estava a menos de 1s de Albon, podendo abrir o DRS também. 

Buscando roubar pelo menos um dos pontos de Verstappen, a Ferrari trouxe Leclerc para os boxes na volta 50 para colocar pneus macios, em busca da bonificação da volta mais rápida. Só que ele voltou atrás de Norris. A Red Bull respondeu trazendo Pérez e o holandês na sequência.

Leclerc voltou voando com o macio, conseguindo rapidamente abrir a asa em cima de Pérez. Mas tudo mudou na sequência, com o monegasco rodando na chicane e danificando o carro. Isso forçou a Ferrari a chamá-lo aos boxes para trocar pneus e asa dianteira, voltando em nono.

 

As voltas finais ainda foram marcadas por um embate entre Russell e Bottas pela quarta posição, em uma reedição do GP da Emilia Romagna do ano passado.

No final, Max Verstappen teve uma corrida dominante, coroando um fim de semana perfeito para vencer pela segunda vez no ano, conquistando todos os pontos disponíveis e se colocando novamente na luta pelo título, assumindo a vice-liderança.

Sergio Pérez e Lando Norris completaram o pódio. George Russell, Valtteri Bottas, Charles Leclerc, Yuki Tsunoda, Sebastian Vettel, Kevin Magnussen e Lance Stroll completaram o top 10, enquanto Lewis Hamilton sofreu, terminando apenas em 14º.

A Fórmula 1 tira uma semana de folga e retoma as atividades entre os dias 06 e 08 de maio com a edição inaugural do GP de Miami. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria do automobilismo mundial.

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Abandono Pontos
1   1 Netherlands Max Verstappen Red Bull Red Bull 63 -   26
2   11 Mexico Sergio Perez Red Bull Red Bull 63 16.527   18
3   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 63 34.834   15
4   63 United Kingdom George Russell Mercedes Mercedes 63 42.506   12
5   77 Finland Valtteri Bottas Alfa Romeo Ferrari 63 43.181   10
6   16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 63 56.072   8
7   22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Red Bull 63 1'01.110   6
8   5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 63 1'10.892   4
9   20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 63 1'15.260   2
10   18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 62 1 lap   1
11   23 Thailand Alexander Albon Williams Mercedes 62 1 lap    
12   10 France Pierre Gasly AlphaTauri Red Bull 62 1 lap    
13   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 62 1 lap    
14   31 France Esteban Ocon Alpine Renault 62 1 lap    
15   24 China Guan Yu Zhou Alfa Romeo Ferrari 62 1 lap    
16   6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 62 1 lap    
17   47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 62 1 lap    
18   3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 62 1 lap    
  dnf 14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 6   Colisão  
  dnf 55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 0   Colisão  

F1 AO VIVO: Veja DEBATE sobre o GP da Emilia Romagna, quarta etapa de 2022, disputada em ÍMOLA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast debate Sprint de Ímola, vencida por Verstappen após batalha com Leclerc

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
PÓDIO - F1 AO VIVO: Max passeia e Leclerc erra enquanto Hamilton definha e George brilha; Pérez/Lando vão bem
Artigo anterior

PÓDIO - F1 AO VIVO: Max passeia e Leclerc erra enquanto Hamilton definha e George brilha; Pérez/Lando vão bem

Próximo artigo

F1: Com vitória de Verstappen em dobradinha da Red Bull, veja o resultado final do GP da Emilia Romagna em Ímola

F1: Com vitória de Verstappen em dobradinha da Red Bull, veja o resultado final do GP da Emilia Romagna em Ímola