F1: Verstappen diz que Piquet “definitivamente não é racista” e se diz contra banimento do paddock

Holandês reiterou que brasileiro errou ao utilizar termo racista em entrevista e que o melhor a fazer seria o diálogo

F1: Verstappen diz que Piquet “definitivamente não é racista” e se diz contra banimento do paddock
Carregar reprodutor de áudio

Max Verstappen disse que o comentário de Nelson Piquet feito a Lewis Hamilton “não foi correto”, mas tricampeão mundial de Fórmula 1 “definitivamente não é racista”.

Piquet, que é o pai da namorada de Verstappen, Kelly Piquet, usou um termo racista para descrever Hamilton em uma entrevista concedida no ano passado, cujo conteúdo veio à tona na semana passada.

Leia também:

Isso levou à condenação generalizada da comunidade da F1, já que a maioria dos pilotos e equipes se reuniram em torno de Hamilton, além de resultar na proibição de Piquet do paddock.

Piquet emitiu uma declaração pedindo desculpas a Hamilton, mas negou que houvesse qualquer intenção racial por trás da palavra que usou e contestou a tradução.

Falando sobre o assunto em Silverstone, Verstappen disse que não era correto Piquet ter usado o termo que usou.

“Acho que as palavras usadas, embora, é claro, com diferentes tipos de culturas e coisas que eles disseram quando eram pequenos e mais jovens, não estavam corretas”, disse Verstappen.

“Que seja uma lição para o futuro não usar essa palavra, porque é muito ofensiva e, principalmente, hoje em dia, ganha mais força.”

Mas Verstappen negou que Piquet fosse racista, dizendo: “Passei um pouco de tempo com Nelson, acho que mais do que a média das pessoas em geral, e ele definitivamente não é racista.

“Ele é realmente um cara muito legal e descontraído, e tenho certeza de que a declaração que ele divulgou, creio que você pode ver a palavra de duas maneiras. Mas acho que ainda é melhor não usá-la.”

Three-time F1 world champion Nelson Piquet

Three-time F1 world champion Nelson Piquet

Verstappen disse que não conversou com Piquet sobre o assunto, dizendo que “não cabe a mim” discutir o assunto com ele.

“Eu não vou ligar para ele e dizer ‘ei cara, isso não está correto’ acho que ele mesmo sabe disso”, disse Verstappen.

“Ele já disse em seu depoimento, acho que ele percebeu que usou a palavra errada, então quem sou eu para ligar para ele? Eu não acho que vai mudar nada, de qualquer maneira.

“Como ele disse, isso pode ser interpretado de duas maneiras, e é claro que as pessoas percebem o lado ruim e isso fica realmente fora de proporção, porque eu conheço Nelson pessoalmente.

“É claro que as pessoas o rotulam de racista agora, o que não acho que seja, mas concordo plenamente que você não pode usar essas palavras”.

Questionado se concordava com a proibição do paddock que havia sido imposta a Piquet à luz do incidente, Verstappen disse que achava “melhor abrir a conversa em vez de proibir”.

“Quando você bane pessoas, na verdade você nem está ajudando a situação, você não está conversando”, disse Verstappen.

“Você tem que se comunicar. A comunicação é muito importante, porque se você apenas banir, não está ajudando o que você está tentando impor. Você está tentando educar as pessoas. Então, é melhor bater um papo.

“Essas coisas podem ser facilmente resolvidas. Quando você briga com alguém e insulta alguém e tem uma boa conversa e pede desculpas, e esse tipo de coisa, é exatamente a mesma coisa. Não é legal, aquele que você chateia, mas as coisas podem ser facilmente esquecidas.

“Desde que você aprenda com o erro que cometeu ou com as palavras que usou, não acho que você deva ser banido do paddock, especialmente um tricampeão mundial”.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
F1 - Verstappen se junta a Hamilton em polêmica com Piquet: "Essas palavras não podem ser usadas"
Artigo anterior

F1 - Verstappen se junta a Hamilton em polêmica com Piquet: "Essas palavras não podem ser usadas"

Próximo artigo

F1: Após conversa com produtores, Verstappen deve retornar à Drive to Survive

F1: Após conversa com produtores, Verstappen deve retornar à Drive to Survive