F1: Após conversa com produtores, Verstappen deve retornar à Drive to Survive

Mas holandês defende que isso deve acontecer "em seus termos", após críticas sobre a falsificação de histórias na série

F1: Após conversa com produtores, Verstappen deve retornar à Drive to Survive
Carregar reprodutor de áudio

Após sua ausência na quarta temporada, que retratou a conquista de seu título na Fórmula 1, Max Verstappen deve retornar à Drive to Survive, a série da Netflix que conta os bastidores da principal categoria do automobilismo mundial. A mudança do holandês se deu após uma conversa do piloto com os produtores.

Embora tenha conquistado o título após uma grande batalha com Lewis Hamilton, ele indicou bem antes do lançamento da nova safra de episódios que não participaria da temporada. Ele criticou particularmente a "falsificação" de rivalidades entre pilotos.

Leia também:

Logo após o lançamento da quarta temporada, Verstappen havia dito que também não estaria na série este ano. Mas o atual campeão parece ter tomado um posicionamento diferente. Ele diz que ainda não é fã do programa, mas após conversas com os produtores, eles parecem ter encontrado uma maneira de trabalhar juntos.

"No ano passado, eu não estava muito envolvido", explicou em entrevista ao Barstool Sports. "Aconteceram algumas coisas que não me deixaram feliz. Especialmente falsificar rivalidades entre pilotos. Isso foi difícil pra mim porque a série foi muito bem nos Estados Unidos".

"Mas, claro, acho que algumas vezes eles retratam alguns pilotos diferente de como eles realmente são. E, claro, as pessoas falam que essa pessoa parece chata, quando na verdade não são".

"Mas, para o futuro, chegamos a um bom acordo sobre como podemos trabalhar juntos. Então tenho certeza de que na próxima vocês verão um pouco mais de mim".

"Eu sentei com eles e expliquei meus pensamentos e o que achei que havia de errado no passado", disse Verstappen ao Motorsport.com. "Foi uma conversa rápida, mas muito boa. Vamos tentar melhorar a partir daí".

"Você passa a ter um pouco mais de opinião sobre como você será retratado, em vez de dar uma entrevista e não saber o que será feito com isso, como será colocado no show. É apenas isso que estou pedindo, que seja mais realista. Não posso controlar o que eles fazem com outros pilotos. Mas quero estar em controle sobre o que estou divulgando".

Verstappen entendeu porque os produtores estavam tão interessado em tê-lo na série, mas disse que "precisa acontecer mais nos meus termos, se não não há ponto em participar".

A Fórmula 1 e a Netflix anunciaram no começo deste ano que Drive to Survive terá pelo menos mais duas temporadas. A quinta leva de episódios da série, focada no campeonato de 2022, deve ser lançada no serviço de streaming em fevereiro ou março de 2023.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen diz que Piquet “definitivamente não é racista” e se diz contra banimento do paddock
Artigo anterior

F1: Verstappen diz que Piquet “definitivamente não é racista” e se diz contra banimento do paddock

Próximo artigo

DIRETO DO PADDOCK: Verstappen e Hamilton repercutem Piquet e Ecclestone polemiza

DIRETO DO PADDOCK: Verstappen e Hamilton repercutem Piquet e Ecclestone polemiza