F1 - Verstappen mostra frustração em Baku: "Esse esporte é muito complicado"

Piloto holandês abandonou a prova faltando 5 voltas para o fim

F1 - Verstappen mostra frustração em Baku: "Esse esporte é muito complicado"

O GP do Azerbaijão de Fórmula 1, que aconteceu neste domingo (06), foi cruel para Max Verstappen. O piloto da Red Bull liderava a corrida em Baku com tranquilidade, quando - a cinco voltas para o final - teve uma falha no pneu traseiro esquerdo e bateu no muro da reta principal. A bandeira vermelha foi acionada e o holandês foi forçado a abandonar a prova.

Leia também:

Seu companheiro de equipe Sergio Pérez, que ficou boa parte da corrida em segundo lugar, foi o vencedor da sexta etapa da temporada, somando 25 pontos para a escuderia austríaca no campeonato de Construtores.

Em entrevista após o GP do Azerbaijão, Verstappen não escondeu sua frustração ao comentar sobre o incidente.

“Claro que estou chateado com o que aconteceu hoje", lamentou.

"Foi uma corrida bem fácil para mim. Eu podia administrar a velocidade e tinha um longo stint com os pneus, então poderia apenas responder ao que acontecia atrás de mim se eles fossem mais rápidos. Eu não queria sobrecarregar muito os pneus e eu não fiz isso. Às vezes, esse esporte é muito complicado quando coisas como essa acontecem.”

“Acho que não estava desgastando os pneus. Estava confortável e não senti nenhuma vibração antes do pneu estourar”

O holandês alertou pelo fato de "que mais um pneu explodiu, não só para mim, mas também para o Stroll"

Na 31ª volta, o carro do piloto da Aston Martin, Lance Stroll, também apresentou uma falha em um dos pneus traseiros, que resultou em uma batida no muro da reta principal. 

“Isso é difícil.. Nós estávamos fazendo a mesma linha em toda volta, porque queríamos estar na parte limpa da pista. É muito estranho isso terá acontecido comigo. Penso que eles limparam a pista, mas a Pirelli provavelmente dirá que havia restos de carbono", disse Verstappen.

"Foi assim em Ímola, então isso é algo sobre o qual você não pode falar nada. O fato é que mais um pneu explodiu, não só para mim, mas também para o Stroll.”

“É muito frustrante, com um pouco de sorte ainda estamos na liderança do campeonato, mas a diferença poderia ter sido muito maior e isso seria muito mais importante. É uma m***."

Questionado se haveria alguma conversa com a Pirelli, o piloto da Red Bull disse: "Sim, com certeza. Mas já sabemos o resultado dessa conversa e isso é um pouco difícil de aceitar.”

“Vai ser relacionado aos detritos [risos]. É assim. Tenho certeza que haverá conversas, a Pirelli não está feliz com o que aconteceu aqui hoje, mas isso não muda nada para a corrida e para o resultado.”

Falando sobre as próximas etapas, Verstappen lamentou por não ter conseguido "margem" em Baku, acreditando que "a Mercedes mais é forte em circuitos normais". 

“Acho que a Mercedes é mais forte em circuitos normais, é por isso que eu gostaria de ter um pouco mais de margem aqui. Sabemos que eles serão fortes nos circuitos normais. Mas veremos", concluiu.

F1 AO VIVO: LOUCURA! BATIDA de VERSTAPPEN e VACILO de HAMILTON; veja debate de prova CAÓTICA em Baku

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
F1: Hamilton admite que apertou botão errado de freio acidentalmente
Artigo anterior

F1: Hamilton admite que apertou botão errado de freio acidentalmente

Próximo artigo

F1: Vettel diz que gestão dos pneus foi "chave" para pódio em Baku

F1: Vettel diz que gestão dos pneus foi "chave" para pódio em Baku
Carregar comentários