Fórmula 1
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
15 dias

Ferrari vive novo “drama” com Vettel e Leclerc e vê Mercedes disparar no Mundial

compartilhar
comentários
Ferrari vive novo “drama” com Vettel e Leclerc e vê Mercedes disparar no Mundial
14 de abr de 2019 08:59

Equipe deu nova ordem a novato para deixar Vettel o ultrapassar e estratégia acabou fazendo com que terminasse apenas na quinta posição

O GP 1000 da F1 não foi dos melhores para uma das principais equipes do campeonato. A Ferrari foi novamente protagonista na China e viu sua principal rival, a Mercedes, conseguir a terceira dobradinha seguida do campeonato.

Charles Leclerc, que largou em quarto, conseguiu superar Sebastian Vettel nas primeiras curvas após a largada, ficando com Valtteri Bottas em sua mira, depois que Lewis Hamilton assumiu a liderança.

Leia também:

Pouco tempo depois, veio a primeira mensagem polêmica da Ferrari, ao pedir que o monegasco acelerasse para que a ordem de equipe – de ultrapassagem - não fosse necessária.

Mas não adiantou, pouco depois, o novato ouviu no rádio que o alemão estava mais rápido e que ele teria que deixa-lo passar.

"Deixe Sebastian passar, deixe Sebastian passar", disse a Ferrari a Leclerc. E ele respondeu "Mas estou me afastando!"

Após a troca, Leclerc ainda estava próximo a Vettel, o que o fez indagar sobre uma nova troca. A transmissão da prova registrou que a equipe também pediu a Vettel que acelerasse.

O que se viu mais tarde foi Vettel levar a vantagem de fazer os pit stops primeiro. Primeiro na opção do composto duro e depois quando todos optaram pelos médios, já na segunda metade da corrida.

A demora na segunda parada também prejudicou Leclerc na briga pela quarta posição, com Max Verstappen assumindo o posto.

Ao final da prova, ambos deram seus pareceres: “Senti que poderia ir mais rápido, foi um pouco difícil para mim encontrar um ritmo, tive algumas oscilações em que perdia a vantagem que ganhava”, disse Vettel.

“Mas acho que foi justo. Se você assistir toda a corrida, nós não conseguimos acompanhar a Mercedes. É uma pena que ele (Leclerc) não tenha conseguido chegar em Max no final.”

“Temos muita lição de casa. Foi um bom resultado, mas não um grande resultado.”

Leclerc preferiu não dar sua opinião antes de conversar com os engenheiros.

"Tenho que ver os dados e falar com os engenheiros para entender o que aconteceu”, disse Leclerc à Sky Sports. “Eu não quero comentar estupidamente antes disso, assistindo a minha própria corrida. Eu teria parado antes, mas para o time não, eles fizeram um bom trabalho em se aproximar da Mercedes, acho que esse era o objetivo."

Charles Leclerc, Ferrari SF90, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF90, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Charles Leclerc, Ferrari SF90, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF90, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Photo by: Andy Hone / LAT Images

Próximo artigo
Bottas culpa tinta na linha de chegada por largada ruim que custou vitória na China

Artigo anterior

Bottas culpa tinta na linha de chegada por largada ruim que custou vitória na China

Próximo artigo

Chefe da Ferrari diz que ordem da equipe não pretendia beneficiar Vettel

Chefe da Ferrari diz que ordem da equipe não pretendia beneficiar Vettel
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da China