Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Fórmula 1: Red Bull processa patrocinadora da Haas por plágio

compartilhar
comentários
Fórmula 1: Red Bull processa patrocinadora da Haas por plágio
18 de jul de 2019 15:09

Empresa de energéticos é alvo de ação da concorrente em mais um capítulo da recente série de polêmicas. Relembre

Mesmo depois da saída de seu antigo CEO e da mudança de nome de Rich Energy para Lightning Volt, a patrocinadora do carro da Haas na Fórmula 1 (veja fotos abaixo) segue envolvida em polêmicas. Agora, a empresa britânica de energéticos está sendo processada pela Red Bull, concorrente no setor de bebidas e na F1, por plágio.

Leia também:

Começo das polêmicas: saída da Haas

A notícia é mais um capítulo da novela de controvérsias na qual a Lightning Volt está envolvida recentemente. Primeiro, o ex-CEO da empresa, William Storey, afirmou que deixaria de patrocinar a Haas em função de sua atual má fase na F1.

"Golpe"

Depois, os acionistas da então Rich Energy disseram que Storey tomou a decisão de maneira autoritária e desmentiram a saída da empresa. Storey se defendeu, dizendo que estava sendo vítima de um golpe, mas em vão.

"Eu voltarei"

Ele acabou deixando o comando companhia, mas causou polêmica mesmo no comunicado que anunciou sua saída. O controverso dirigente afirmou que voltará e citou a famosa frase do personagem de Arnold Schwarzenegger em “O Exterminador do Futuro”.

"Te dá chifres"

A acusação é de que a Lightning Volt utilizou peças de publicidade com o slogan "te dá chifres", fazendo alusão à famosa frase que marca as campanhas publicitárias da Red Bull há anos: "Te dá asas".

 

Um documento da justiça britânica que trata da questão foi divulgado pela própria Lightning Volt. "O autor alega violação dos direitos autorais contra os réus em relação ao uso de símbolos idênticos e semelhantes aos das marcas bem conhecidas, Red Bull e 'Te Dá Asas', na publicidade das suas bebidas energéticas. O segundo réu [Storey] é diretor-executivo e diretor do primeiro réu", diz, fazendo menção ao ex-CEO.

Outro processo

O processo da Red Bull é o segundo do histórico recente da patrocinadora da Haas. Antes, a empresa foi acusada de plagiar o logo da Whyte Bikes, montadora britânica de bicicletas. O processo judicial trouxe derrota para a marca de energéticos, que terá de parar de exibir as marcas plagiadas a partir de hoje, 18 de julho, segundo decisão judicial.

Neste caso, a justiça também determinou que a a marca de energéticos fosse obrigada a divulgar suas finanças, revelando detalhes do acerto com a Haas, bem como os lucros obtidos pela parceria com a equipe norte-americana.

GALERIA: Carro da Haas para a temporada 2019 da Fórmula 1

Galeria
Lista

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
1/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
2/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
3/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
4/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
5/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
6/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
7/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
8/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
9/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
10/12

Foto de: Haas F1 Team

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
11/12

Foto de: Rich Energy

Haas F1 Team VF-19

Haas F1 Team VF-19
12/12

Foto de: Rich Energy

Próximo artigo
Alonso diz que tem ideia clara sobre seu futuro, mas fora da F1

Artigo anterior

Alonso diz que tem ideia clara sobre seu futuro, mas fora da F1

Próximo artigo

Novidade: Motorsport.com Brasil lança podcast

Novidade: Motorsport.com Brasil lança podcast
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1