Globo não renova direitos de transmissão da F1 para 2021, diz site

Emissora já estaria informando patrocinadores que atração não voltará à grade na próxima temporada

Globo não renova direitos de transmissão da F1 para 2021, diz site

A Fórmula 1 deverá ter uma nova casa a partir de 2021. Segundo o portal Meio & Mensagem, a emissora não renovou os direitos de transmissão da maior categoria do automobilismo  mundial.

De acordo com o site, o Grupo Globo já está comunicando seus patrocinadores da temporada atual de que a competição, um dos carros-chefe da grade esportiva, não deve mais ser mais exibida no ano que vem.

Leia também:

Algumas notícias publicadas na imprensa nos últimos meses já levantavam a possibilidade de a Globo deixar de exibir a F1. Uma delas dizia, inclusive, que a Band foi consultada para receber a atração novamente, décadas após transmiti-la no início dos anos 1980.

A Globo vinha negociando com a Liberty Media, proprietária dos direitos comerciais. O Meio & Mensagem afirmou que a emissora chegou a propor uma revisão dos valores pelos direitos de transmissão, mas as duas partes não chegaram a um acordo.

O pacote publicitário para a transmissão da F1 na Globo sempre foi um dos mais relevantes do mercado. Para o atual campeonato, Cervejaria Petrópolis, Nivea, Renault, Santander e TIM fecharam um acordo no valor de R$ 98,950 milhões cada uma.

Procurada pelo Motorsport.com, a emissora alegou que ainda não há uma posição oficial sobre o assunto.

DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com comentários de Zonta

PODCAST: Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 
 

compartilhar
comentários
DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com participação de Zonta

Artigo anterior

DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com participação de Zonta

Próximo artigo

Empresa de autódromo do RJ pode substituir Globo e ter direitos de transmissão da F1 no Brasil

Empresa de autódromo do RJ pode substituir Globo e ter direitos de transmissão da F1 no Brasil
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1