Hamilton diz que pandemia encurtou previsão de permanência na F1

Mas heptacampeão diz que, no momento, está muito feliz com o fato de seguir na F1

Hamilton diz que pandemia encurtou previsão de permanência na F1

Com contrato garantido com a Mercedes até o final de 2023, o heptacampeão Lewis Hamilton já não se vê no grid da Fórmula 1 por tanto tempo mais, afirmando que a chegada da pandemia alterou seus planos para o futuro.

Após a conquista do heptacampeonato no ano passado, a demora nas negociações com a Mercedes aumentaram as especulações sobre sua possível aposentadoria. A renovação de apenas um ano para 2021 tornaram essas conversas ainda maiores, mas Hamilton encerrou o assunto ao anunciar no primeiro semestre uma extensão de contrato de dois anos, garantindo-o no grid até o final de 2023 pelo menos.

Leia também:

Atualmente com 36 anos, Hamilton não se vê na F1 por muito mais tempo, segundo declarações ao canal holandês Ziggo Sport.

"Não sei. Não me imagino muito mais, mas isso pode mudar. Cada ano sinto que estou em um momento diferente. Talvez não tenhamos pandemia no próximo ano e as coisas mudem novamente".

Hamilton explicou como que a chegada da pandemia da Covid-19 alterou sua percepção para o futuro.

"Diria que a pandemia provavelmente encurtou minhas expectativas sobre o quanto gostaria de estar aqui, mas as coisas podem mudar. O que sei é que agora sigo encantando por fazer o que estou fazendo. Estou encantado por seguir aqui e mereço seguir aqui".

O heptacampeão ainda foi questionado sobre suas principais qualidades e defeitos.

"Meu maior defeito provavelmente é que odeio perder. Não sei... tenho certeza que tenho defeitos. Todos têm. Minha comunicação não é das melhores, sou péssimo em manter contato com as pessoas. Tenho memória péssima".

"Agora, minhas principais qualidades? Diria que sou muito bom com crianças. As crianças e a família me encantam".

Mas Hamilton brinca que ter filhos não está em seu panorama no momento, tendo trabalho suficiente com seu cão, Roscoe.

"Não enquanto estiver correndo. Já é suficientemente difícil com Roscoe. Ele é como meu filho. Já é duro o suficiente cuidar dele todos os dias. Consigo cuidar apenas de mim mesmo. Não sei. Depende do tipo de mundo que tivermos no momento. Agora mesmo passamos por momentos difíceis".

F1 2021: Mercedes FAVORITA na Itália? Rico Penteado explica chance de Hamilton voltar a ser LÍDER | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Bottas: piloto que deixou a desejar ou talento 'sacrificado'?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Binotto vê tratamento com "motor suspeito" da Mercedes diferente de polêmica da Ferrari em 2019
Artigo anterior

F1: Binotto vê tratamento com "motor suspeito" da Mercedes diferente de polêmica da Ferrari em 2019

Próximo artigo

F1 - Williams fala sobre chegada de Albon e relação com Mercedes: "Não somos equipe B"

F1 - Williams fala sobre chegada de Albon e relação com Mercedes: "Não somos equipe B"
Carregar comentários