Hamilton lidera primeira sessão de treinos livres em Cingapura

Piloto britânico é 3.5s mais rápido que tempo feito por Vettel na primeira sessão de treinos do ano passado

Hamilton lidera primeira sessão de treinos livres em Cingapura
Carregar reprodutor de áudio

Depois de um fim de semana desapontador em Monza, a Mercedes, ao que indica, pode se dar bem em Cingapura. O inglês Lewis Hamilton liderou a primeira sessão de treinos livres deste fim de tarde e início de noite na pista de Marina Bay. O piloto da Mercedes de número 10 superou o australiano Mark Webber, que também chegou a liderar o treino, por 0.365s no cronômetro final.

Hamilton marcou o tempo de 1:47.055s, batendo por 3.5s a marca de Sebastian Vettel na mesma sessão no ano passado, 1:50.566s. Fato possível pela retirada da chicane da curva 10 da pista.

Sebastian foi o terceiro colocado, com Rosberg, a 1.1s de Hamilton, em quarto. Kimi Räikkönen foi o quinto, à frente do companheiro Grosjean. Alonso foi apenas o sétimo. Felipe Massa, pelo menos no cronômetro, não fez bom treino e foi somente o 12º.

O treino começou para valer mesmo com 30 minutos, quando o mexicano Sergio Pérez foi o primeiro a completar uma volta na pista de Cingapura. Antes disso, os pilotos tinham apenas feito as já conhecidas checagens nos carros, dando voltas e recolhendo para os pits. Pérez foi seguido pelas Caterhams, Williams e Saubers, além do companheiro Button.

Maldonado foi o primeiro a quebrar a casa de 1:50, cravando 1:49.827s. O venezuelano acabou colocando 0.8s no melhor tempo desta primeira sessão no ano passado marcado por Sebastian Vettel, 1:50.566s. Cinco minutos depois, Rosberg marcou o tempo de 1:48.684s. Logo em seguida, seu companheiro Hamilton surpreendeu e virou uma grande volta em 1:47.872s, sendo superado por Webber em 0.173s logo em seguida.

Com uma hora de treino o Top 5 era Webber, Hamilton, Rosberg, Räikkönen e Alonso, com Massa em 10º e Grosjean como o único a não registrar tempo. Pouco depois, Hamilton melhorou seu tempo e voltou para primeiro, com 1:47.055s, enquanto Pérez errava a freada na curva sete e escapava do muro de proteção.

O francês Grosjean marcou um tempo da sessão apenas a 18 minutos do fim do treino, e foi para o sétimo lugar. A dez minutos do fim Hamilton liderava, com Webber, Vettel, Rosberg e Räikkönen entre os cinco melhores. Massa era o 12º.

A partir daí os pilotos se concentraram em "long runs" e não melhoraram mais seus tempos, virando cerca de dois segundos mais lentos.

A próxima sessão acontece às 10h30 da manhã.

Confira os tempos desta primeira sessão em Cingapura:

1. Lewis Hamilton (Mercedes) 1m47.055s (20 voltas)
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1m47.420s +0.365s (20)
3. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1m47.885s +0.830s (19)
4. Nico Rosberg (Mercedes) 1m48.239s +1.184s (23)
5. Kimi Raikkonen (Lotus-Renault) 1m48.354s +1.299s (18)
6. Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1m48.355s +1.300s (12)
7. Fernando Alonso (Ferrari) 1m48.362s +1.307s (21)
8. Sergio Perez (McLaren-Mercedes) 1m49.267s +2.212s (20)
9. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Ferrari) 1m49.348s +2.293s (23)
10. Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1m49.355s +2.300s (21)
11. Pastor Maldonado (Williams-Renault) 1m49.481s +2.426s (20)
12. Felipe Massa (Ferrari) 1m49.493s +2.438s (16)
13. Valtteri Bottas (Williams-Renault) 1m49.510s +2.455s (21)
14. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1m49.608s +2.553s (20)
15. Paul di Resta (Force India-Mercedes) 1m49.887s +2.832s (18)
16. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1m50.092s +3.037s (20)
17. Nico Hulkenberg (Sauber-Ferrari) 1m50.222s +3.167s (17)
18. Daniel Ricciardo (Toro Rosso-Ferrari) 1m50.757s +3.702s (16)
19. Jules Bianchi (Marussia-Cosworth) 1m52.359s +5.304s (16)
20. Max Chilton (Marussia-Cosworth) 1m52.673s +5.618s (15)
21. Giedo van der Garde (Caterham-Renault) 1m52.920s +5.865s (24)
22. Charles Pic (Caterham-Renault) 1m53.647s +6.592s (23)

compartilhar
comentários
Alonso: "Se pararmos o desenvolvimento, não será o fim do mundo"
Artigo anterior

Alonso: "Se pararmos o desenvolvimento, não será o fim do mundo"

Próximo artigo

Whitmarsh diz que gostaria de ter Alonso e deixa dupla em aberto

Whitmarsh diz que gostaria de ter Alonso e deixa dupla em aberto