Hamilton nega que tenha provocado investigação de Rosberg

Inglês negou que conversa com Charlie Whiting, poderia ter como consequência a decisão dos comissários de investigar Nico Rosberg na questão da bandeira amarela no quali do GP da Hungria

Hamilton nega que tenha provocado investigação de Rosberg
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 celebrates with the team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 in the FIA Press Conference
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 in the FIA Press Conference
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 in the FIA Press Conference
Press conference: winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team, second place Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team, third place Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
The podium: second placed Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 and race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Carregar reprodutor de áudio

A princípio, os comissários decidiram não realizar qualquer investigação formal da pole position de Nico Rosberg no sábado, mesmo com as suspeitas do alemão ter mantido a velocidade com a bandeira amarela dupla na pista, após a rodada de Fernando Alonso no Q3.

No entanto, o alemão foi convocado para uma reunião com a FIA às 19:16, horário local, mais de três horas após o fim da sessão, depois que novas evidências surgissem.

Fontes indicam que Lewis Hamilton esteve em contato com a FIA, embora não esteja claro se ele realmente forneceu qualquer informação nova.

Curiosamente, na coletiva de imprensa pós-corrida, Hamilton falou extensivamente sobre a questão da bandeira amarela e deu detalhes sobre como o pico de velocidade de Rosberg havia sido o mesmo em sua volta anterior.

Toto Wolff confirmou que Hamilton esteve em contato com Charlie Whiting após a classificação, embora o chefe da equipe tenha feito questão de minimizar a importância desse encontro.

"Eu não acredito que influenciei a decisão dos comissários", disse Hamilton.

"Falei com Charlie por querer esclarecimentos, porque como eu disse na coletiva, o que obviamente eu não quero falar de novo, no próximo cenário, tudo o que terei que fazer é perder um décimo."

"É importante saber. Se for esse o caso, o precedente foi definido ontem."

"Ele disse que vai pensar sobre isso, porque não é assim que deveria ser. Se eu fizer a mesma coisa na próxima corrida, vamos ser penalizados. Todos os jovens pilotos, todos nós aqui, precisamos saber."

Hamilton espera que o assunto seja discutido na próxima reunião de pilotos na Alemanha, na próxima semana.

"Acredito que sim. Definitivamente vou trazer esse assunto porque, como eu disse, sabendo que em uma amarela dupla agora é só levantar o pé e, em seguida, seguir em frente..."

"Eu ainda posso ter a pole quando alguém bater ou se os fiscais estiverem na pista ou um carro atravessado. Se eu perder apenas um décimo, não deve haver nenhuma penalidade."

compartilhar
comentários
Vettel: Ferrari estava "muito mais veloz" do que a Red Bull
Artigo anterior

Vettel: Ferrari estava "muito mais veloz" do que a Red Bull

Próximo artigo

Vandoorne na mira para ocupar vaga de Haryanto na Manor

Vandoorne na mira para ocupar vaga de Haryanto na Manor