Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
67 dias
06 mai
Próximo evento em
109 dias
20 mai
Próximo evento em
123 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
137 dias
10 jun
Próximo evento em
144 dias
24 jun
Próximo evento em
158 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
165 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
179 dias
29 jul
Próximo evento em
193 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
221 dias
02 set
Próximo evento em
228 dias
09 set
Próximo evento em
235 dias
23 set
Próximo evento em
249 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
256 dias
07 out
Próximo evento em
263 dias
21 out
Próximo evento em
277 dias
28 out
Próximo evento em
284 dias
05 nov
Próximo evento em
292 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
305 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
320 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
329 dias

Hamilton projeta briga com a Ferrari pela vitória no GP do Canadá

compartilhar
comentários
Hamilton projeta briga com a Ferrari pela vitória no GP do Canadá

Pentacampeão mundial da Fórmula 1, piloto britânico também faz questão de dizer que Red Bull também está na disputa em Montreal

Líder do campeonato com 17 pontos de vantagem para o companheiro de Mercedes Valtteri Bottas, Lewis Hamilton acredita que a Ferrari será mais desafiadora no GP do Canadá da Fórmula 1 neste final de semana. "Acho que a Ferrari estará muito forte com as longas retas, então estou animado para essa disputa", disse Hamilton.

A Mercedes venceu todas as seis corridas até agora neste ano, com Hamilton tendo quatro vitórias e Bottas duas. Mas as longas retas do circuito Gilles Villeneuve podem beneficiar o time de Maranello, que tem o motor mais potente e um carro com menos pressão aerodinâmica que a Mercedes.

Leia também:

O britânico ainda fez questão de destacar que a Red Bull também está na briga: "A Honda melhorou o ritmo. Eles estão fortes nas retas neste ano. Então a Red Bull deve ser forte, e a Ferrari é o carro mais rápido em retas. Vamos ver se isso acontece aqui também. Acho que todos nós estaremos bem próximos”, projetou.

Em favor de Hamilton, há a primeira atualização de motor da Mercedes para a temporada 2019. A expectativa da equipe germânica é de que a nova unidade de potência atinja a casa dos 1020cv.

"Os caras têm trabalhado muito duro em termos de melhorar o motor na fábrica", comentou o britânico. "Tivemos grande confiabilidade e é sempre bom quando você tem um novo motor. Esse é um circuito de alta, então é o momento perfeito. Vai ser uma ligeira melhoria, são apenas pequenos passos. São pequenas percentagens, mas muito preciosas”.

Vencedor do GP do Canadá em seis das últimas 11 disputas da prova, o pentacampeão disse que está ansioso pela corrida em uma de suas três pistas favoritas. "Adoro Montreal. O clima geralmente é ótimo, o circuito é fantástico e um dos meus favoritos”, disse o britânico, que apontou Silverstone, casa do GP da Inglaterra, e Austin, do GP dos Estados Unidos, como suas outras pistas prediletas.

Hamilton também disse que Montreal contribui para o apreço pelo GP canadense. "A cidade é uma grande parte disso - vibrante, boa comida, muitos fãs. E a pista é incrível, com longas retas para que você possa ultrapassar”.

Curiosidades do GP do Canadá

Neste fim de semana, o GP do Canadá será palco da sétima etapa da Fórmula 1 em 2019. E a Ferrari tem um grande desafio pela frente se quiser colocar Vettel ou Leclerc no alto do pódio. Motivo? O circuito é um dos "preferidos" de Lewis Hamilton, que tem seis triunfos em Montreal. Ele está a apenas um de Michael Schumacher, recordista do evento.

Essa é apenas uma das curiosidades que cercam a corrida canadense, sediada em três pistas diferentes ao longo dos anos. Confira outras:

Três pistas já foram sede do GP do Canadá: Mont-Tremblant (em duas oportunidades), Mosport (em oito) e a Ilha de Notre-Dame (39) - que recebeu o nome de Gilles Villeneuve após a morte do piloto canadense.

Três pistas já foram sede do GP do Canadá: Mont-Tremblant (em duas oportunidades), Mosport (em oito) e a Ilha de Notre-Dame (39) - que recebeu o nome de Gilles Villeneuve após a morte do piloto canadense.
1/13

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Recebendo corridas oficiais da F1 desde 1967, em apenas três ocasiões a prova não aconteceu: em 1975, 1987 e em 2009.

Recebendo corridas oficiais da F1 desde 1967, em apenas três ocasiões a prova não aconteceu: em 1975, 1987 e em 2009.
2/13

O Circuito Gilles Villeneuve está na ilha de Notre-Dame, construída para as Olimpíadas de 1976

O Circuito Gilles Villeneuve está na ilha de Notre-Dame, construída para as Olimpíadas de 1976
3/13

Foto de: XPB Images

Michael Schumacher é o recordista de triunfos, com sete vitórias: 1994, 1997, 1998, 2000, 2002, 2003 e 2004

Michael Schumacher é o recordista de triunfos, com sete vitórias: 1994, 1997, 1998, 2000, 2002, 2003 e 2004
4/13

Foto de: LAT Images

Lewis Hamilton pode igualar este número no domingo. Atualmente ele venceu em seis ocasiões: 2007, 2010, 2012, 2015, 2016 e 2017.

Lewis Hamilton pode igualar este número no domingo. Atualmente ele venceu em seis ocasiões: 2007, 2010, 2012, 2015, 2016 e 2017.
5/13

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

A McLaren tem o maior número de vitórias entre as equipes: 13. Mas a Ferrari soma 14 se contarmos dois triunfos numa época em que as corridas no Canadá não eram válidas pelo campeonato da F1.

A McLaren tem o maior número de vitórias entre as equipes: 13. Mas a Ferrari soma 14 se contarmos dois triunfos numa época em que as corridas no Canadá não eram válidas pelo campeonato da F1.
6/13

Foto de: Alessio Morgese

Seis pilotos conquistaram suas primeiras vitórias em Montreal: Lewis Hamilton (2007), Daniel Ricciardo (2014), Robert Kubica (2008), Thierry Boutsen (1989), Jean Alesi (1995 na foto) e Gilles Villeneuve (1978).

Seis pilotos conquistaram suas primeiras vitórias em Montreal: Lewis Hamilton (2007), Daniel Ricciardo (2014), Robert Kubica (2008), Thierry Boutsen (1989), Jean Alesi (1995 na foto) e Gilles Villeneuve (1978).
7/13

Foto de: LAT Images

O brasileiro que mais venceu no Canadá foi Nelson Piquet (1982, 1984 e 1991). Ayrton Senna tem duas vitórias (1988 e 1990) e Emerson Fittipaldi uma, 1974.

O brasileiro que mais venceu no Canadá foi Nelson Piquet (1982, 1984 e 1991). Ayrton Senna tem duas vitórias (1988 e 1990) e Emerson Fittipaldi uma, 1974.
8/13

Foto de: LAT Images

o triunfo mais marcante de Piquet foi em 1991, quando o líder, Nigel Mansell, que já acenava para a torcida na última volta, parou após o motor de seu carro apagar devido à cautela excessiva do inglês, o que baixou o giro em excesso.

o triunfo mais marcante de Piquet foi em 1991, quando o líder, Nigel Mansell, que já acenava para a torcida na última volta, parou após o motor de seu carro apagar devido à cautela excessiva do inglês, o que baixou o giro em excesso.
9/13

Foto de: LAT Images

A prova de 1990 foi vencida por Ayrton Senna no tempo, mas não na pista. Gerhard Berger queimou a largada e teve um minuto acrescido ao seu tempo. Ele foi o primeiro na pista, mas o quarto na classificação final

A prova de 1990 foi vencida por Ayrton Senna no tempo, mas não na pista. Gerhard Berger queimou a largada e teve um minuto acrescido ao seu tempo. Ele foi o primeiro na pista, mas o quarto na classificação final
10/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Montreal foi o palco da corrida mais longa da história da F1, no ano de 2011. Por causa da forte chuva, o GP durou 4h4min39s contando com uma longa paralisação com bandeira vermelha. Desde então, a F1 estabeleceu que o máximo que uma prova pode durar é quatro horas

Montreal foi o palco da corrida mais longa da história da F1, no ano de 2011. Por causa da forte chuva, o GP durou 4h4min39s contando com uma longa paralisação com bandeira vermelha. Desde então, a F1 estabeleceu que o máximo que uma prova pode durar é quatro horas
11/13

Foto de: XPB Images

Em 2001, aconteceu a primeira dobradinha de irmãos na história da Fórmula 1. Ralf Schumacher venceu de Williams, à frente do irmão, Michael, da Ferrari

Em 2001, aconteceu a primeira dobradinha de irmãos na história da Fórmula 1. Ralf Schumacher venceu de Williams, à frente do irmão, Michael, da Ferrari
12/13

Foto de: Ferrari Media Center

O "Muro dos Campeões" foi batizado assim em 1999, quando Michael Schumacher, Damon Hill e Jacques Villeneuve abandonaram após baterem lá. Além deles, o então campeão da FIA GT, Ricardo Zonta, também se acidentou.

O "Muro dos Campeões" foi batizado assim em 1999, quando Michael Schumacher, Damon Hill e Jacques Villeneuve abandonaram após baterem lá. Além deles, o então campeão da FIA GT, Ricardo Zonta, também se acidentou.
13/13

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

Robin Herd, um dos fundadores da March, morre aos 80 anos

Artigo anterior

Robin Herd, um dos fundadores da March, morre aos 80 anos

Próximo artigo

Hamilton pode igualar soberania de Schumacher no GP do Canadá

Hamilton pode igualar soberania de Schumacher no GP do Canadá
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes , Scuderia Ferrari