Honda garante que está perto de igualar potência da Renault

Yusuke Hasegawa reforça evolução da fabricante em 2017 e confirma que conceito continuará a ser utilizado na próxima temporada

Honda garante que está perto de igualar potência da Renault
Yusuke Hasegawa, Head of Honda Motorsport
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17, Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR12
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17, Pascal Wehrlein, Sauber C36
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Carregar reprodutor de áudio

A Honda está muito próxima de igualar o nível de performance do motor Renault, defende o líder do projeto da fabricante japonesa na F1, Yusuke Hasegawa.

A Honda tem tido dificuldades de se aproximar da potência de Mercedes, Ferrari ou Renault desde que retornou à categoria, em 2015, mas, após mais um início duro de temporada neste ano, tem evoluído gradativamente sua performance e confiabilidade.

Sinais de melhora apareceram em Baku, quando a Honda afirmou que a evolução da “especificação 3” rendia vários décimos de segundo naquele circuito, e Hasegawa sente que, desde a melhora seguinte, em Spa, a Honda reduziu a diferença para a Renault.

“Desde o começo da temporada, estamos melhorando a unidade de potência – não só em termos de performance mas também de confiabilidade”, disse Hasegawa ao Motorsport.com.

“Desde que introduzimos a especificação 3.5 [em Spa], sinto que o nível de performance está muito próximo ao da Renault. Não posso dizer que é melhor que a Renault, mas o mais importante é que a confiabilidade é muito melhor.”

Quando questionado se acreditava se tratar da menor diferença já tida pela Honda em relação aos seus rivais desde o retorno à F1, Hasegawa disse: “Sim, acho que sim. Não estamos pertos o bastante, mas a diferença é muito pequena se comparada ao ano passado e ao primeiro ano.”

A Honda planeja manter o atual conceito no ano que vem e evoluí-lo em vez de fazer mudanças dramáticas como fez na temporada passada e espera que consiga desafiar seus rivais no próximo ano.

“Não há dúvidas quanto ao conceito atual. Estamos escolhendo um conceito muito similar a Renault, Ferrari e Mercedes”, disse.

“Não há motivos para não alcançarmos os mesmos níveis de performance com o conceito atual.”

compartilhar
comentários
Force India: ritmo de corrida de Ocon ainda precisa melhorar
Artigo anterior

Force India: ritmo de corrida de Ocon ainda precisa melhorar

Próximo artigo

Haas espera se beneficiar de trocas em Toro Rosso e Renault

Haas espera se beneficiar de trocas em Toro Rosso e Renault
Carregar comentários