Horner rebate Sainz e garante piloto na Toro Rosso em 2018

Dirigente da Red Bull responde espanhol de maneira dura após indicação de saída no ano que vem: “Ele está sob contrato”

Horner rebate Sainz e garante piloto na Toro Rosso em 2018
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Carregar reprodutor de áudio

Christian Horner, chefe da Red Bull, se mostrou convicto de que Carlos Sainz permanecerá na Toro Rosso no próximo ano, apesar das declarações do espanhol de que seria improvável sua permanência na equipe.

Na quinta-feira, Sainz afirmou que sua prioridade seria encontrar uma vaga na Red Bull, acrescentando: “Se isso não acontecer, um quarto ano na Toro Rosso é improvável. Não vou fechar portas para qualquer oportunidade.”

Contudo, Horner afirmou, um dia depois, que Sainz permanecerá em 2018. Como já aconteceu com outros pilotos no passado, o contrato do espanhol é, na verdade, com a equipe principal da Red Bull, sendo que ele está em uma espécie de empréstimo com a Toro Rosso.

“Nós usamos a nossa opção, então ele está sob contrato. Temos opção sobre ele no ano que vem e no ano seguinte, então ele estará na Toro Rosso novamente no próximo ano”, disse Horner, em entrevista à emissora Sky Sports F1.

Questionado sobre a indicação de que Sainz poderia seguir em frente, Horner disse: “Então não sei onde ele acha que estará! Os contratos são claros.”

“Você precisa lembrar que ele só recebeu uma oportunidade na F1 porque a Red Bull investiu em sua carreira nas categorias de base, então é um pouco malicioso fazer comentários assim quando há muito investimento feito para que esses caras tenham uma oportunidade. Sem a Red Bull, ele não estaria em um carro de F1”, disse.

Em seguida, Horner negou a ideia de que Sainz poderia encontrar uma vaga na Renault em 2018. “Eu não consigo imaginar este cenário. A Toro Rosso está à frente da Renault neste ponto, fazendo um bom trabalho, e não faria sentido emprestá-lo para eles.”

Resultado em Baku não muda nada para 2018

Horner também insistiu que a vitória de Daniel Ricciardo em Baku não terá nenhum impacto no futuro tanto do australiano como de seu companheiro de equipe, Max Verstappen.

Houve rumores de que a Red Bull, caso não tivesse nenhuma vitória em 2017, poderia facilitar a quebra de contrato de seus pilotos.

“Isso não faz nenhuma diferença nos contratos. Somos muito claros com nossos pilotos e quem serão esses pilotos no ano que vem. Os números que estarão no carro são os mesmos deste ano”, disse Horner.

“Então, não há nada de novo nisso. Os contratos são claros, então os dois pilotos estão sob contratos para o ano que vem, 100%.”

compartilhar
comentários
Hamilton voa e comanda primeiro treino livre na Áustria
Artigo anterior

Hamilton voa e comanda primeiro treino livre na Áustria

Próximo artigo

Relembre as 30 poles mais velozes da história da F1

Relembre as 30 poles mais velozes da história da F1