Hulkenberg está buscando vaga como titular da F1 para o ano que vem

compartilhar
comentários
Hulkenberg está buscando vaga como titular da F1 para o ano que vem
Por:

Ex-piloto de Williams, Sauber, Force India e Renault, alemão procura retorno ao grid em tempo integral

Novo reserva da Racing Point para a temporada 2020 da Fórmula 1 após o contágio do mexicano Sergio Pérez com o novo coronavírus, Nico Hulkenberg afirmou estar procurando uma vaga como piloto titular da categoria para o ano que vem.

O alemão foi chamado em cima da hora para substituir Pérez no GP da Grã-Bretanha, mas acabou nem largando na prova em função de um problema no carro. De todo modo, ‘Hulk’ voltou a ter seu nome fortemente ventilado no paddock da F1.

Leia também:

O piloto, que representou a Renault até o fim de 2019, ainda pode correr no GP dos 70 Anos da F1, caso Pérez não passe no teste para a Covid-19. Independentemente de sua participação na prova deste fim de semana, o nome de Hulkenberg já voltou com força à F1.

Enquanto fica em stand by para a Racing Point em Silverstone, o alemão negocia seu futuro na categoria máxima do automobilismo. Ele é especulado como reserva da Mercedes, mas busca um retorno ao grid em tempo integral.

"Estive em contato com muitas pessoas da indústria da F1 e com os diretores de equipes, porque obviamente todos nos conhecemos", disse Hulkenberg. “Algumas conversas são apenas bate-papo casual, mas outras são mais sobre o futuro.”

“Então definitivamente temos algumas discussões e conversas. Mas não tenho nada concreto a dizer por enquanto. Acho que ainda preciso de algumas semanas antes que as coisas fiquem um pouco mais concretas e firmes.”

“Se não for para voltar à F1, não tenho nada tão claro em mente. Acho que vou dar um passo de cada vez e depois ver como as coisas rolam e para que lado vão as conversas daqui a algumas semanas”.

Hulk diz que correr no GP de 70 Anos da F1 não seria ruim, mas diminui importância

“Claro, se você tem um resultado forte, é sempre uma boa notícia. Mas acho que as pessoas e principalmente os diretores de equipe não olham apenas para um evento, um evento único”, ponderou o alemão.

“Mas claro, seria bom e eu adoraria ter uma corrida muito boa. Se eu estiver no carro, quero ser um bom substituto para ajudar a equipe durante o fim de semana. E o resto se resolverá mais tarde, é uma questão separada.”

Questionado sobre uma eventual frustração caso não corra no fim de semana, Hulk respondeu: “Obviamente seria um pouco decepcionante depois de ter voltado ao carro e provado o gosto. Mas sempre esteve claro que vim como substituto temporário de Checo (Pérez), sem saber se por uma corrida ou duas. Ele é o piloto titular e, assim que for possível, ele estará de volta.”

Apesar de não ter conseguido largar no GP da Grã-Bretanha, Hulk foi apontado como uma boa escolha pelo chefe da Mercedes, Toto Wolff. E o piloto alemão ficou satisfeito com a repercussão de seu retorno relâmpago ao paddock.

"É bom ouvir esse feedback e as opiniões das pessoas. Definitivamente fui bem recebido e é agradável ler e ouvir tudo isso. Mas acho que realmente isso não desempenha um papel importante quando se trata de questões futuras.”

“No fim do dia, há outras coisas para as quais estão olhando, mas eu fiz o que pude nas circunstâncias dadas. É claro que poderia ter sido melhor aqui e ali, o que é normal. Mas, no geral, acho que tudo correu bem. "

Alemão reconhece que não foi fácil voltar ao carro de F1 de última hora

“É que todo carro é diferente, a posição do assento, o tipo de barulho, todo carro tem uma sensação diferente. E foi difícil entrar sem qualquer tipo de preparação, realmente sendo ‘jogado’ no assento.”

“Corri para o paddock 10 minutos antes do primeiro treino livre, me troquei, fiz o teste do assento e depois fui direto para o programa habitual de sexta-feira. Além de ter de aprender sobre o carro. Tudo o que eu fiz foi pela primeira vez com este carro. Então precisei me adaptar e aprender tudo o mais rápido possível”, completou Hulkenberg, que correu na F1 entre 2010 e 2019 por Williams, Sauber, Force India e Renault.

A polêmica Racing Point, Silverstone e tudo o que você quer saber com Rico Penteado

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

.

F1: Confira como está o grid de 2021 após a renovação de Bottas

Artigo anterior

F1: Confira como está o grid de 2021 após a renovação de Bottas

Próximo artigo

Mercedes revela homenagem a Stirling Moss para GP dos 70 Anos

Mercedes revela homenagem a Stirling Moss para GP dos 70 Anos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg
Autor Adam Cooper