Kimi: "Em um ano, ainda vou achar estúpido o que Perez fez"

Finlandês segue irritado com manobra do mexicano em Mônaco, mas Checo garante que não fez nada de errado

Kimi: "Em um ano, ainda vou achar estúpido o que Perez fez"
Carregar reprodutor de áudio

Kimi Raikkonen não quis saber de colocar panos quentes na briga com Sergio Perez. Em uma tentativa de ultrapassagem do mexicano no GP de Mônaco, a asa dianteira da McLaren furou um pneu da Lotus do finlandês, que caiu da quinta para a última posição, conseguindo arrancar um ponto na volta final.

A exemplo do que disse no rádio durante a prova, Raikkonen afirmou que continua achando a manobra de Perez “estúpida”.

“Não falei com ele e nada mudou”, garantiu o vice-líder do campeonato, ouvido pelo TotalRace em Montreal. “Achei uma estupidez o que ele fez e, daqui um ano, vou continuar achando. Isso está no passado e infelizmente não dá para mudar. Tudo bem ser agressivo, mas se você não tem chance e espera que os outros saírem da frente porque você está muito rápido, às vezes quem não fez nada errado acaba pagando. Ele pensa que vai sempre se dar bem, mas tomara que não aconteça de novo.”

Perguntado se acredita que os pilotos mais jovens andam exagerando nas manobras, o finlandês não quis generalizar. “Não dá para dizer que tem a ver com todos os pilotos jovens. Foi o que aconteceu entre mim e ele e é nisso que estou interessado.”

Se Kimi continua na bronca com Perez, o mexicano já vai avisando que não pensa em mudar sua forma de pilotar. Para ele, sua conduta em Mônaco foi perfeita,

“Acho que acabou, não gostaria de comentar. Olhando os últimos anos, todos tentam ultrapassar lá, pois é muito difícil passar em Mônaco. Não sinto que tenha feito nada de errado, a não ser tentado ultrapassar. Fiz de tudo para evitá-lo, mas toquei o muro e seu pneu e tive de abandonar. Mas não acho que errei”, frisa.

“Você tem de mudar quando faz algo estúpido e o que fiz em Mônaco não foi nada estúpido, só tentei ultrapassar e o piloto na frente fechou a porta. Não pude fazer nada para evitar bater. Vou tentar ser agressivo, mas ser prejudicar os outros.”

Sobre as críticas de Raikkonen, que chegou a dizer que merecia levar um “soco para ver se aprende”, Perez não quis criar polêmica.

“No final das contas, somos humanos. Nós dois estávamos irritados depois da corrida e ele me atacou por meio da mídia. Tenho certeza de que, se falar com ele agora, será diferente. Eu o respeito muito.”

compartilhar
comentários
Grosjean: "Querem que todos fiquem em fila e não disputem?"
Artigo anterior

Grosjean: "Querem que todos fiquem em fila e não disputem?"

Próximo artigo

Terceiro, Alonso se vê em seu melhor início na Ferrari

Terceiro, Alonso se vê em seu melhor início na Ferrari
Carregar comentários