Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
26 dias
06 mai
Próximo evento em
68 dias
20 mai
Próximo evento em
82 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
96 dias
10 jun
Próximo evento em
103 dias
24 jun
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
138 dias
29 jul
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
180 dias
02 set
Próximo evento em
187 dias
09 set
Próximo evento em
194 dias
23 set
Próximo evento em
208 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
215 dias
07 out
Próximo evento em
222 dias
21 out
Próximo evento em
236 dias
28 out
Próximo evento em
243 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
279 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
288 dias

Liberty Media levanta R$2 bilhões para diversificação de atuação

Proprietário da F1 quer diversificar atividades e colocou ações da NASDAQ

compartilhar
comentários
Liberty Media levanta R$2 bilhões para diversificação de atuação

A Liberty Media está levantando mais de R$ 2 bilhões e planeja gastar na compra de novas empresas. De acordo com a companhia americana, eles pretendem buscar um alvo nas indústrias de mídia, mídia digital, música, entretenimento, comunicações, telecomunicações e tecnologia.

Uma empresa específica, Liberty Media Acquisition Corporation (LMAC), foi criada para esse propósito e será listada na bolsa de valores NASDAQ a partir de sexta-feira.

A nova entidade é uma "SPAC" - uma aquisição de propósito específico formada para gerar recursos por meio de uma oferta pública de compra de outra empresa.

Leia também:

O dinheiro será levantado por meio da venda de 50.000.000 ações a um preço inicial de $10 cada.

A LMAC será liderada pelo CEO da Liberty Media, Greg Maffei, e significativamente a participação acionária da Liberty "será atribuída ao estoque de rastreamento do Grupo de Fórmula 1", criando uma ligação formal entre os dois.

 

A mudança é significativa porque o proprietário da F1 está planejando gastar muito, apesar da maioria de suas empresas ter sofrido um grande golpe durante a pandemia do coronavírus.

A receita da categoria em 2020 sofreu com a perda de corridas com grandes salários, enquanto os negócios na Live Nation efetivamente pararam.

No entanto, a Liberty parece ter adotado uma abordagem otimista e acredita que agora é um bom momento para comprar empresas cujos atuais proprietários possam estar passando por dificuldades.

Quando a pandemia se instalou em abril, Maffei indicou que a empresa americana estava procurando novas aquisições e até deu a entender que poderia haver outras oportunidades nas corridas.

"Certamente não vou discutir aquisições que são um alvo específico", disse.

“Mas há eventos ao vivo, em particular sobre esportes a motor, que podem ser atraentes.

"Existem alguns esportes em torno de outros tipos de esportes que podem ser atraentes e sinérgicos.

"Seremos criteriosos e atenciosos. Achamos que temos um grande trunfo na F1, certamente não queremos diluir isso, mas seremos criteriosos e atenciosos sobre o que será atraente para adicionar, o que seria sinérgico e o que tiraria proveito de nossa força."

“É provável que haja oportunidades em que as empresas precisem de ajuda, e podemos ser capazes de fornecer essa ajuda de forma sinérgica e de forma financeira atraente. Portanto, manteremos nossoS olhos abertos para isso”, concluiu.

 

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

BUTTON volta à F1 para tentar tirar WILLIAMS do BURACO; veja os detalhes

 

PODCAST: Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

 

Vettel vista Aston Martin e Stroll minimiza impacto de chegada do tetracampeão: "Nada de especial"

Artigo anterior

Vettel vista Aston Martin e Stroll minimiza impacto de chegada do tetracampeão: "Nada de especial"

Próximo artigo

Button: proprietários da ‘nova’ Williams "não têm medo de mudanças"

Button: proprietários da ‘nova’ Williams "não têm medo de mudanças"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper