F1: Magnussen é confirmado como piloto titular da Haas em 2022

Dinamarquês começa a trabalhar já nos testes de pré-temporada da F1 ao lado de Mick Schumacher e de Pietro Fittipaldi

F1: Magnussen é confirmado como piloto titular da Haas em 2022
Carregar reprodutor de áudio

Kevin Magnussen retornará à Fórmula 1, depois que a Haas o contratou como substituto de Nikita Mazepin.

A Haas estava avaliando vários candidatos para a temporada de 2022, depois de decidir que não poderia continuar com Mazepin e a Uralkali após a invasão da Ucrânia.

Enquanto pilotos experientes como Antonio Giovinazzi e Nico Hulkenberg estavam fortemente ligados ao assento, a Haas optou por voltar com Magnussen para ser companheiro de equipe de Mick Schumacher.

Leia também:

Magnussen correu pela Haas de 2017 a 2020, mas a equipe americana optou por não continuar com ele no ano passado, pois queria buscar o desenvolvimento de novatos.

Depois de perder o lugar na F1, Magnussen mudou para o endurance, principalmente correndo no IMSA nos Estados Unidos. Ele também correu em Le Mans ao lado de seu pai Jan no ano passado.

 

Magnussen foi contratado para continuar no IMSA com Ganassi e correr pela Peugeot em seu novo programa WEC este ano, mas um acordo foi alcançado com ambas as partes para permitir que ele assuma o lugar da Haas.

A caminho do Bahrein para participar do último teste de pré-temporada desta semana, Magnussen disse que estava ansioso para trabalhar com sua ex-equipe novamente.

“Obviamente fiquei muito surpreso, mas igualmente muito empolgado por receber a ligação da Haas F1 Team”, disse Magnussen.

“Eu estava olhando em uma direção diferente em relação aos meus compromissos para 2022, mas a oportunidade de voltar a competir na Fórmula 1, e com uma equipe que conheço extremamente bem, foi simplesmente muito atraente. Eu realmente tenho que agradecer tanto a Peugeot quanto a Chip Ganassi Racing por me liberarem prontamente – ambas são ótimas organizações.

“Naturalmente, também quero agradecer a Gene Haas e Guenther Steiner pela chance de retomar minha carreira na Fórmula 1 – sei o quão competitivos eles são e o quanto estão ansiosos para voltar a competir semana após semana.

“Desfrutamos de um relacionamento sólido e nossa associação positiva permaneceu mesmo quando saí no final de 2020. Fui informado o máximo possível sobre o desenvolvimento do VF-22 e o potencial do pacote. Há trabalho a fazer, mas estou animado para fazer parte disso. Mal posso esperar para voltar ao volante de um carro de Fórmula 1 no Bahrein.”

O chefe da equipe, Gunther Steiner, disse que foi uma decisão fácil de tomar para Magnussen.

“Estou muito feliz em receber Kevin Magnussen de volta à equipe Haas F1”, explicou ele. “Ao procurar um piloto que pudesse agregar valor à equipe, sem mencionar a riqueza de experiência na Fórmula 1, Kevin foi uma decisão direta para nós.

“A disponibilidade imediata de Kevin significa que podemos aproveitá-lo como um recurso para testes de pré-temporada ao lado de Mick Schumacher e Pietro Fittipaldi. Pietro será o primeiro nesta semana com meio dia de testes na quinta-feira – essa é uma grande oportunidade para ele, com Mick e Kevin fazendo o resto antes do GP do Bahrain.”

McLaren DETONA RBR, e como ALONSO fazia de 'IDIOTAS' engenheiros da Ferrari; "CARREIRAS ARRUINADAS"

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #165 - Quais as reais chances de Pietro Fittipaldi na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Norris crê em Mercedes e Red Bull ainda à frente do resto do grid
Artigo anterior

F1: Norris crê em Mercedes e Red Bull ainda à frente do resto do grid

Próximo artigo

F1: Mazepin e seu pai se tornam alvos de sanções da União Europeia

F1: Mazepin e seu pai se tornam alvos de sanções da União Europeia