McLaren admite que pode mudar cores até início da temporada

Chefão da equipe, Ron Dennis, defende permanência do esquema atual, mas não descarta novidades

McLaren admite que pode mudar cores até início da temporada
A McLaren pode aparecer bem diferente no GP da Austrália, que abre a temporada da Fórmula 1 dia 15 de março em relação ao que foi visto até agora no lançamento do carro e nos primeiros testes. Segundo o CEO da empresa, Ron Dennis, é possível que uma eventual parceria com algum patrocinador provoque mudanças nas cores do carro.

[publicidade] Como a equipe trocou a Mercedes pela Honda, refazendo uma parceira que marcou época com os carros vermelho e branco, com o patrocínio da Malboro, a expectativa era de que as cores do carro também mudassem. Porém, o modelo que está sendo usado até agora manteve o prateado, bastante associado aos alemães, e pouco mudou em relação aos anteriores.

“Isso aconteceu mesmo dentro da empresa. Tem gente que diz ‘por que a gente não faz laranja?’ [cor oficial da McLaren, e eu pergunto o porquê: ‘Era a cor antiga da McLaren.’ ‘Mas por que diabos gostaríamos de andar para trás?’ Então o que você faz? Você cria um design esteticamente aprazível? Qual é o propósito de fazer isso?”, questionou Dennis.

“Essas são as cores da McLaren, sempre foi a combinação destas cores e só vai mudar por motivos comerciais, não vai mudar só para agradar algumas pessoas na companhia porque elas querem que seja laranja ou amarelo.”

Segundo Dennis, a verdadeira cor da McLaren é “vermelho fluorescente”, pois a equipe tem mais história com esse tom do que com qualquer outro. “Mas o que eu prefiro é fazer algo estiloso ... isso seria muito mais reconhecível do que se, de repente, aparecêssemos com um carro verde claro porque tem um monte de dinheiro entrando. Por que reagiríamos ao twitter?”

Questionado sobre a associação com a Mercedes devido ao prateado, Dennis argumentou que “nem chamaria de prata” a cor usada no atual modelo. “Sim podemos mudar a cor, podemos ousar um pouco mais, mas me dê um motivo.”
compartilhar
comentários
Estreia de Nasr e Red Bull sem asa marcam manhã de testes

Artigo anterior

Estreia de Nasr e Red Bull sem asa marcam manhã de testes

Próximo artigo

Vettel minimiza volta mais rápida em Jerez: “Não é tão importante no final”

Vettel minimiza volta mais rápida em Jerez: “Não é tão importante no final”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli