Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
49 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
56 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
70 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
84 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
98 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
105 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
133 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
140 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
175 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
217 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
224 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
238 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
245 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
259 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
273 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
280 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
294 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
308 dias

McLaren: Estar na Indy ajuda a aumentar apelo para patrocinadores

compartilhar
comentários
McLaren: Estar na Indy ajuda a aumentar apelo para patrocinadores
1 de jan de 2019 18:00

CEO do time britânico diz que Fórmula 1 não entrega o que deveria dentro dos EUA para seus parceiros

Zak Brown, CEO do Grupo McLaren, acredita que a presença do time nas 500 Milhas de Indianápolis com Fernando Alonso em 2019 aumentará seu apelo para patrocinadores, já que muitos deles são dos EUA.

“Eu acho que a América do Norte continua sendo o principal mercado de crescimento, o maior mercado esportivo do mundo”, disse Brown.

“A Fórmula 1 tem muito espaço para crescimento lá. Não estou surpreso por levar algum tempo para viabilizarmos uma segunda corrida por lá.”

“Sabemos que os modelos de negócios da Fórmula 1 precisam ser abordados, e um deles é o fato de ser muito difícil ser um promotor e ganhar dinheiro se você não for subsidiado pelo governo.”

“Nós temos os festivais que eles estão fazendo em Miami. Tendo visto os planos deles no ano que vem, parece que há mais um ou dois nos Estados Unidos e em um outro grande mercado. Eu acho que eles estão gastando uma quantidade enorme de tempo tentando conseguir uma segunda corrida lá, e então isso está progredindo, mas vai levar algum tempo.”

“E essa é uma das razões pelas quais estamos competindo na Indy 500. Vamos a Indianápolis e pela IndyCar, pois sete dos dez parceiros patrocinadores nossos são da América do Norte. É um mercado importante para eles, e a Fórmula 1 agora não consegue tocar esse sino tão alto quanto muitos parceiros gostariam.”

“Por isso sentimos que as corridas da IndyCar ajudam a completar uma verdadeira proposta global para nossos parceiros.”

Próximo artigo
Chefe vê felicidade como chave para grande momento de Hamilton

Artigo anterior

Chefe vê felicidade como chave para grande momento de Hamilton

Próximo artigo

Brawn: estilo de vida de Hamilton “me ensinou uma lição”

Brawn: estilo de vida de Hamilton “me ensinou uma lição”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , IndyCar