McLaren nega venda para Audi enquanto Volkswagen aumenta preparativos para entrada na F1

Fontes ouvidas pelo Motorsport.com apontam que diretoria do Grupo quer entrar na F1, mas com apenas uma marca: Audi ou Porsche

McLaren nega venda para Audi enquanto Volkswagen aumenta preparativos para entrada na F1

Uma notícia do portal britânico Autocar no início desta segunda-feira (15) afirmava que a Audi havia chegado a um acordo para comprar o Grupo McLaren como um todo, suas operações esportivas e de carros de rua. Mas a marca britânica negou veementemente essa alegação, que seria vista como um meio para garantir a entrada da montadora alemã na Fórmula 1 no futuro.

Em um comunicado divulgado horas após a divulgação do rumor, a McLaren tratou de deixar claro que a história não era verdadeira.

Leia também:

"O Grupo McLaren está ciente de uma nota em um veículo de imprensa dizendo que havia sido vendido à Audi. Isso é totalmente incorreto e a McLaren está buscando a remoção da matéria".

"A estratégica de tecnologia da McLaren sempre envolveu discussões contínuas e colaboração com parceiros e fornecedores relevantes, incluindo outras montadoras, porém, não há mudanças na estrutura de propriedade do Grupo McLaren".

Enquanto as notícias de uma aquisição da Audi tenham sido descartas, foi apurada que uma entrada da marca alemã na Fórmula 1 em parceria com a McLaren segue uma possibilidade para 2026, caso a montadora dê o sinal verde para a próxima geração de motores.

Fontes ouvidas pelo Motorsport.com indicam que após uma reunião de diretores na semana passada, o Grupo Volkswagen trata com seriedade os planos de entrar na F1, e agora está finalizando qual seria o melhor modo de abordar isso com suas várias marcas.

Lando Norris, McLaren MCL35M, Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Lando Norris, McLaren MCL35M, Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Enquanto sugestões anteriores colocavam que o Grupo poderia entrar com a Audi e a Porsche, foi apurado que foi tomado uma decisão por utilizar apenas uma delas. As opções que seriam analisadas no momento é uma parceria da Audi com a McLaren ou Porsche com a Red Bull.

A Porsche não é uma opção para a McLaren porque as marcas são rivais no mesmo segmento do mercado de carros esportivos. 

Markus Duesmann, CEO da Audi, que trabalhou anteriormente na F1 com a Mercedes e a BMW, está desesperado para que sua marca receba o sinal verde para entrar na categoria. Foi apurado que existem conversas rolando com a McLaren sobre a possível parceria, mas que elas ainda estão em estágio inicial.

Enquanto as opções da McLaren e da Red Bull possuem seus prós e contras, a decisão final ficará por conta de qual das duas oferecerá à VW a melhor oportunidade de sucesso na F1. O Grupo quer estar em posição de vencer o mais rápido possível, por isso que o foco está nas duas equipes, em vez de outras mais do fundo do grid como Williams e Sauber.

F1: A BATALHA de São Paulo; a volta da F1 ao Brasil, veja toda repercussão | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: "A diplomacia acaba hoje", diz Wolff, irritado com decisões contra Mercedes
Artigo anterior

F1: "A diplomacia acaba hoje", diz Wolff, irritado com decisões contra Mercedes

Próximo artigo

ANÁLISE: Band ‘abraça’ F1 e entrega cobertura de luxo do GP de São Paulo

ANÁLISE: Band ‘abraça’ F1 e entrega cobertura de luxo do GP de São Paulo
Carregar comentários