Mundo do esporte a motor lamenta morte de Reutemann: "Herói"

Vice-campeão mundial de F1 em 1981 morreu aos 79 anos nesta quarta-feira

Mundo do esporte a motor lamenta morte de Reutemann: "Herói"

O mundo do esporte a motor lamentou a morte do ex-piloto da Fórmula 1 Carlos Reutemann: "Herói". 

Reutemann, vice-campeão mundial de F1em 1981, morreu aos 79 anos nesta quarta-feira (07), após ficar internado por mais de um mês, confirmou sua filha. 

Leia também:

O ex-piloto de F1 e atual senador da Argentina, que estava na unidade de terapia intensiva de um centro de saúde na cidade de Santa Fé, Argentina, apresentou uma piora em seu quadro de saúde nos últimos dias, depois que ele sofreu novos problemas com hemorragia.

A morte de Reutemann é uma grande perda para o mundo do automobilismo e vem repercutindo mundialmente nesta quarta-feira. 

O presidente da FIA, Jean Todt, lamentou a morte do argentino: "É muito triste ouvir a perda de um dos meus heróis, Carlos Reutemann. Ele foi um ótimo campeão @F1, um verdadeiro cavalheiro e um verdadeiro amigo. Todos os meus pensamentos estão com sua família", escreveu em sua conta do Twitter. 

 

Christian Fittipaldi também prestou prestou homenagem: "O campeão que nunca foi oficialmente coroado". 

 

 

Em seu perfil do instagram, Emerson Fittipaldi escreveu: "Hoje o automobilismo mundial perdeu um Grande Campeão, Grande Talento e um querido amigo, meu Carlos Reutemann. LOLE meus sentimentos a toda família com muito amor da família FITTIPALDI. DEUS ABENÇOE, DESCANSE EM PAZ."

 

 

A Fórmula 1 publicou em sua conta oficial do Twitter que "ficamos profundamente tristes ao saber do falecimento de Carlos Reutemann. Um lutador reverenciado e 12 vezes vencedor de GP, ele fará muita falta."

 

O ex-piloto de 79 anos participou de 146 GPs de F1 entre 1972 e 1982.

Ele estreou na categoria máxima do automobilismo no GP da Argentina de 1972 ao lado do bicampeão mundial Graham Hill, e depois correu pelas equipes Ferrari, Williams e Lotus.

Durante seu período no esporte ele conquistou 12 vitórias, seis poles e 46 pódios. Em 1981, Reutemann ficou a um ponto do título mundial atrás de Nelson Piquet.

Após se aposentar da carreira de piloto, que também incluiu passagem pelo Campeonato Mundial de Rally, Reutemann voltou sua atenção para a política, sendo senador desde 2003.

Ele também foi governador de seu estado local de Santa Fé durante dois mandatos e um teve convite para concorrer à presidência em 2003, mas rejeitou a candidatura.

Veja mais homenagens: 

 

 

 
 

 

ALERTA! SAIBA como COBERTURA olímpica vai IMPACTAR Fórmula 1 na BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.

 

compartilhar
comentários
Carlos Reutemann: Uma estrela brilhante da F1 que nunca chegou ao título

Artigo anterior

Carlos Reutemann: Uma estrela brilhante da F1 que nunca chegou ao título

Próximo artigo

F1: Alonso acredita que poderia ter “cinco ou seis” títulos mundiais

F1: Alonso acredita que poderia ter “cinco ou seis” títulos mundiais
Carregar comentários