F1: Alonso acredita que poderia ter “cinco ou seis” títulos mundiais

Espanhol concorda com aqueles que acreditam que ele poderia ter conquistado mais três ou quatro títulos na F1

F1: Alonso acredita que poderia ter “cinco ou seis” títulos mundiais

Fernando Alonso está na lista dos pilotos de maior sucesso da história da Fórmula 1, com dois títulos, três vices, além de 32 vitórias, 97 pódios e 22 poles.

No entanto, não são poucos os que acreditam que, em outras circunstâncias, um destino diferente e alguma outra decisão diferente, essa soma poderia ser maior.

Leia também:

Em entrevista à agência EFE, o espanhol foi questionado sobre o que diria àqueles que acreditam que ele poderia ter "cinco ou seis" campeonatos mundiais de Fórmula 1: "Bem, é verdade. É verdade. Estivemos a um ponto duas vezes; em três pontos em outra”

Em 2007, Alonso ficou em terceiro, mas empatou em pontos com o segundo colocado (Lewis Hamilton) e apenas um atrás do campeão (Kimi Raikkonen). Então, em 2010 ele ficou quatro pontos atrás de Sebastian Vettel e em 2012, apenas três pontos atrás do alemão.

"Então, além de sermos bicampeões, acho que lutamos pelo título em cinco ou seis anos até a última corrida. E nessa última corrida talvez na volta 20, na volta 40 ou na volta 50 éramos líderes virtuais do campeonato."

“Estou orgulhoso disso. Acho que sempre fui um piloto com uma equipe forte, em qualquer circunstância, que não desistíamos e lutávamos para estar sempre na frente.”

No final do ano, principalmente quando as contas estão tão apertadas, é tentador pensar onde um título poderia ter escapado ou o que poderia ter sido feito diferente para ser campeão. Alonso, com um pensamento muito maduro, prefere não pensar muito nisso.

"Um mundial sempre tem momentos de idas e vindas. O de 2007 foi perdido por um ponto; e esse ponto perdemos em muitos lugares. Mas você não pode pensar mais nisso."

"Se você revisitar o passado, também pode pensar que teve sorte uma vez nos campeonatos mundiais que ganhou."

“Raikkonen quebrou o motor em duas ou três corridas que liderava”, lembra sobre 2005. “E em 2006, Michael quebrou o motor em Suzuka na penúltima corrida... então, se você começar a contar, você poderia não ter vencido os que você ganhou e talvez você tivesse ganhado os que não ganhou. Por isso, é melhor pegar o que vem para você e se divertir", concluiu.

F1 2021: Hamilton ‘JOGA TOALHA’ sobre SUPERIORIDADE da Red Bull e apela para “REZA” com Mercedes

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.

compartilhar
comentários
Mundo do esporte a motor lamenta morte de Reutemann: "Herói"

Artigo anterior

Mundo do esporte a motor lamenta morte de Reutemann: "Herói"

Próximo artigo

F1 - Ricciardo: Pilotos que não seguem regras na classificação terão problemas no futuro

F1 - Ricciardo: Pilotos que não seguem regras na classificação terão problemas no futuro
Carregar comentários