Nasr e Ericsson defendem opção da Sauber por motor defasado

Time suíço declarou duas semanas atrás que utilizará motor de 2016 na temporada do próximo ano

Nasr e Ericsson defendem opção da Sauber por motor defasado
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C35
Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C35
Marcus Ericsson, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber C35
Marcus Ericsson, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber F1 Team

Com diversas mudanças técnicas na Fórmula 1 na próxima temporada, a Sauber, com os recursos limitados, tomou uma decisão bastante polêmica. A equipe irá usar o motor Ferrari deste ano na temporada de 2017.

O time escolheu se focar em melhorias aerodinâmicas, no entanto para muitos, graças à evolução constante dos propulsores e por trocas na especificação do motor, a equipe pode ter cometido um erro.

Mas Marcus Ericsson disse que o modo de pensar da Sauber faz sentido.

"Quando eu ouvi pela primeira vez sobre isso, questionei bastante e pensei: 'é realmente o caminho certo a seguir?'", disse Ericsson.

"Você olha para a Toro Rosso e vê quanto eles perderam. Mas então eu falei com o pessoal na pista e na fábrica, e o raciocínio faz sentido uma vez que existem realmente grandes alterações nos regulamentos e nós somos uma equipe pequena.”

"A equipe pode se concentrar no desenvolvimento do carro para o próximo ano sabendo o pacote que terá. Conhecer a unidade de potência que teremos vai ajudar.”

"O chassi não está onde deveria estar e não sabemos nada sobre o pacote de motor. Se nós soubermos o que vamos ter na parte de trás, podemos dar tudo no lado do chassi."

Felipe Nasr concorda com o parceiro: "Eu vejo que temos dado muita atenção no chassi. Estamos concentrados para o ano que vem.”

"Em 2016, tivemos o motor atual, mas um carro um pouco atrasado. Velocidade nas curvas, tração e frenagem são muito fracas este ano e podemos ver claramente que não há mais espaço para ganhar focando nessas áreas. Não há mais o que ganhar no lado do chassi.”

compartilhar
comentários
Ron Dennis pode deixar McLaren no fim do ano

Artigo anterior

Ron Dennis pode deixar McLaren no fim do ano

Próximo artigo

Presente no tri, Reginaldo Leme lembra Senna “mais relaxado”

Presente no tri, Reginaldo Leme lembra Senna “mais relaxado”
Carregar comentários