Para ex-F1, Ferrari precisa jogar todas as fichas em Leclerc

Para Ericsson, que correu com o monegasco na Sauber em 2018, se a Ferrari quer o título de pilotos, vai precisar definir o líder do campeonato como nº 1

Para ex-F1, Ferrari precisa jogar todas as fichas em Leclerc
Carregar reprodutor de áudio

Atualmente na Indy, Marcus Ericsson conhece bem Charles Leclerc, dividindo os boxes com o monegasco na Sauber em 2018, no ano de estreia do agora piloto da Ferrari. Rapidamente, o sueco se deu conta de que estava ao lado de um grande talento e, ao rasgar elogios ao líder do campeonato da Fórmula 1, defende que a equipe de Maranello deve priorizá-lo na luta pelo título.

“Ele é muito dedicado com seu trabalho e anseia por fazê-lo bem e aprender. Desde que chegou na garagem, começou a me fazer muitas perguntas”, disse Ericsson ao F1 Nation.

Leia também:

Ericsson também destaca que Leclerc não era de fugir da responsabilidade após um erro. “É muito crítico consigo mesmo, o que é uma das suas qualidades muito fortes. Comete erros, aprende com eles e volta mais forte. Esse ano tem um carro para andar na frente e ele está à altura do monoposto”, declarou.

Leclerc e Verstappen tem se enfrentado em quase todos os GPs deste ano e parece que será assim ao longo da temporada. Tendo isso em conta, parece óbvio que a pressão para ser campeão chegará em algum momento, algo que o piloto da Red Bull já viveu, mas o #16 ainda não experimentou.

Ericsson, porém, espera e confia que o monegasco consiga gerenciar bem a pressão. “É muito bom mentalmente também. Quanto mais pressão receber, melhor ele sairá”, declarou.

Atualmente, Leclerc lidera o campeonato de pilotos com 104 pontos, ante quase a metade de seu companheiro, Carlos Sainz. Com isso exposto, Ericsson pensa que seria importante para a Ferrari discutir internamente como seriam os papeis de seus pilotos, ainda mais depois do avanço da Red Bull nas últimas corridas.

“Charles assume cada vez mais o papel de líder. Creio que, como equipe, deveriam apoiá-lo na luta pelo título, visto que Carlos não está próximo. A história mostra que é bom eleger um líder nestas situações. Foi assim para Max [Verstappen] e Lewis [Hamilton] e creio que a Ferrari irá na direção do Charles”, destacou Ericsson.

Para o sueco, em que pese o bom início de temporada de Sergio Perez, o sueco tem claro que no momento em que a Red Bull for tomar alguma decisão na questão de pilotos, Horner e companhia não terão dúvidas de jogar todas as suas cartas em favor de Max Verstappen.

VÍDEO: A guerra de atualizações de Red Bull e Ferrari no GP da Espanha

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Horner vê disputa contra Ferrari com menos tensões que com Wolff em 2021
Artigo anterior

F1: Horner vê disputa contra Ferrari com menos tensões que com Wolff em 2021

Próximo artigo

F1 - Wolff: “Parece que Russell está conosco desde sempre”

F1 - Wolff: “Parece que Russell está conosco desde sempre”